Início » História » Atena: conheça a deusa grega da sabedoria

Atena: conheça a deusa grega da sabedoria

Compartilhe!

Atena é a deusa da razão, a inteligência, das artes e da literatura na mitologia grega. Ela é filha de Zeus, e não teve o seu parto de uma mãe, pois ela foi engolida por seu próprio pai. Em vez disso, nasceu adulta e com sua armadura do crânio de Zeus.

Era considerada uma deusa corajosa e implacável em batalhas, mas só participava delas para defender seu território de inimigos invasoras. Era, ainda, patrona dos artesãos e da agricultura, e inventou instrumentos musicais, ferramentas de agriculturas, o navio e a carruagem, sendo a deidade representante do conhecimento, da razão e da pureza.

Apesar de nascimento traumático, era considerada a filha favorita de Zeus, e a única com autorização para utilizar suas armas – incluindo o raio. Muitas vezes, Atena é simbolizada com uma coruja ou com uma oliveira. Foi oferecendo a oliveira ao povo que viria a formar a cidade de Atenas, segundo a lenda, que tornou-se a deusa homenageada pela cidade, após competir com Poseidon.

Saiba mais sobre Atena, suas características e relevância na mitologia grega:

O nascimento de Atena

Uma das mais famosas histórias sobre os deuses gregos, na mitologia, diz respeito ao nascimento de Atena. Segundo a mitologia, ela é fruto da perseguição de Zeus pela deusa Metis, que não desejava a relação.

Quando Metis estava grávida, o oráculo falou para Zeus que sua primeira filha seria uma mulher, mas o segundo filho com Metis seria um homem que o destronaria do Olimpo, assim como ele próprio havia feito com seu pai. Quando encontrou Metis novamente, Zeus abriu sua boca e engoliu a deusa e sua filha, ainda não nascida, para evitar que a profecia fosse realizada. A morte da deusa dentro de Zeus gerou o conhecimento do deus grego, que só então passaria a ser uma de suas virtudes.

Com o passar do tempo, Zeus desenvolveu um dor de cabeça tão terrível que era possível ouvir seus gritos de agonia ao redor da Terra. Os outros deuses, na tentativa de curar a dor, ouviram a ideia de Hermes de abrir o crânio de Zeus. Pela abertura, saiu Atena, adulta e com sua armadura completa. A saída pela cabeça de Zeus representa a afinidade da deusa com a inteligência e a sabedoria.

ancient-history-1867366_960_720

Família e linhagem

Atena é filha de Zeus, o rei dos deuses, e de Metis, sua primeira esposa – que continha dentro de si todo o conhecimento do mundo. Por ser uma deusa virgem, Atena nunca teve filhos, nem foi casada.

O papel de Atena na mitologia

Atena foi a deusa responsável por ensinar à humanidade diversas habilidades. Entre elas, a tecelagem e a costura, assim como a agricultura e a metalurgia. A ela, eram atribuídos diversos conselhos sábios e a proteção daqueles que estavam em perigo.

Nas histórias heroicas, Atena é conhecida por ser uma das divindades mais engajadas em sua proteção, e os semideuses agradeciam a ela sua segurança e seu retorno em jornadas e guerras.

Ela é conhecida como a figura de uma mulher alta e magra, com olhos entre o verde e o azul extremamente brilhantes. Ela pode ser representada em túnicas ou em uma armadura completa com elmo dourado e escudo. Em algumas representações, Atena utiliza em seu escudo a cabeça da Medusa, recebida de Perseu após  a missão do semideus.

Além disso, ela costuma ser representada com uma lança, uma roca, ou seu escudo original, ao qual a cabeça da Medusa foi fixada para aterrorizar seus oponentes.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário