Início » Biologia » Célula animal: características e organelas

Célula animal: características e organelas

Compartilhe!

Quando o assunto é Biologia, conhecer a célula animal é uma tarefa básica que todo aluno deve completar. Mas o que há de mais necessário a se saber sobre esse assunto? Todo ser vivo é composto por células, que se organizam de maneira diferente. No caso do reino dos animais, a unidade básica de todos os seres é a célula animal.

Assim, devemos primeiro destacar quais funções exercem as células nos seres vivos e quais as suas características. Depois, é necessário analisar as organelas que compõe uma célula animal. Por fim, mostra-se necessário também compará-la com a célula vegetal e descobrir suas principais diferenças em questão de componentes.

Para que serve?

Tomando o corpo humano como referência, podemos analisar a sua organização. Numa esfera macro, temos os órgãos, tais como o coração, os pulmões, e a pele. Todo órgão é formado por inúmeros tecidos, e os tecidos são basicamente conjuntos de células. Assim, a célula animal é a unidade básica dos animais, e seu tamanho pode variar muito, mas em geral elas são microscópicas.

Como existem diversos tipos de órgãos e tecidos, existem também inúmeros tipos de células. Dependendo do animal e da parte do corpo, as células exercem diferentes funções. Em linhas gerais, podemos dizer que as células exercem as funções de nutrição, transporte de substâncias, produção de energia, reprodução e renovação de tecidos.

Quais as suas características básicas?

Analisando uma célula animal, podemos diferenciar 3 partes principais nela: a membrana plasmática, o citoplasma, e o núcleo celular. A membrana plasmática é uma membrana que envolve a célula e que da forma a ela. Pela membrana plasmática é que a célula realiza trocas de substâncias com o meio exterior, através de passagens microscópicas e processos bem específicos.

O citoplasma é a região entre a membrana plasmática e o núcleo. Ele é formado por um fluido chamado citosol, que é um coloide, uma substância que se assemelha a um gel viscoso. É nele que se encontram as organelas celulares, estruturas que desempenham diferentes funções dentro da célula.

O núcleo da célula animal é envolto por uma membrana, e por isso dizemos que a célula animal é eucarionte. Dentro no núcleo celular encontra-se o DNA do ser vivo, ou seja, o seu material genético.

Quais as principais organelas?

Dentro do citoplasma existem diversas organelas com funções específicas, são elas: ribossomos, retículos endoplasmáticos, complexo de golgi, lisossomos, mitocôndrias, centríolos e peroxissomos. Os ribossomos produzem as proteínas, que são transportadas pelo retículo endoplasmático rugoso.

O complexo de golgi armazena substâncias e produz os lisossomos, que são responsáveis pela digestão celular. A mitocôndria atua no processo de respiração da célula, e os centríolos auxiliam nas divisões da célula. Por fim, os peroxissomos tem a função específica de armazenar enzimas ─ que quase sempre são partes de proteínas.

E a célula vegetal?

Por fim, a última coisa que você deve saber sobre a célula animal é a sua diferença da célula vegetal. Ambos tipos de células são muito semelhantes em questão de organização e estrutura. A grande maioria das organelas celulares são semelhantes também. A primeira grande diferença está na presença de paredes celulares nas células vegetais.

Essas paredes são estruturas rígidas que envolvem a célula, o que não encontramos na célula animal. A segunda grande diferença é que as células vegetais tem uma organela chamada cloroplasto. O cloroplasto trabalha no processo de fotossíntese ─ ou seja, como a célula animal não realiza esse processo, não apresenta essa organela.

Uma última diferença se dá pelo fato da célula animal poder apresentar cílios e flagelos ─ estruturas responsáveis por locomoção ─, o que não se observa nas células vegetais.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário