Início » Português » Gramática » Como evitar o gerundismo?

Como evitar o gerundismo?

Compartilhe!

Enquanto o gerúndio é um instrumento da língua portuguesa, o vício de linguagem que surge dele, o gerundismo, é algo que precisa ser evitado. Isso porque trata-se de uma forma de tornar a comunicação menos eficiente com uma tentativa de sofisticação da fala que incorre em erros gramaticais.

Evitar o gerundismo é algo relativamente simples, pois seu uso é mais complicado do que a formulação de frases diretas e gramaticalmente corretas. Basta compreender o que é e como evitar o gerundismo para acabar com a repetição do erro, caso você seja uma das tantas pessoas que o comete sem nem perceber.

Saiba o que é o gerundismo, sua diferença em relação ao gerúndio propriamente dito e como fazer para evitar o vício de linguagem sem prejudicar o uso da forma legítima de comunicação que é o gerúndio:

Não confundir a forma nominal com o vício

Em primeiro lugar, vale destacar que evitar o gerundismo é absolutamente diferente de evitar o gerúndio. Este segundo é um elemento útil da língua portuguesa, e pode ser utilizado em diversas situações sem maiores problemas.

O problema aparece com o seu abuso. A utilização desnecessária do gerúndio em situações que facilmente seriam expressas de maneira mais eficaz de forma direta é o vício de linguagem que configura o uso arbitrário desta ferramenta. Por isso, é importante compreender que o erro consiste na utilização desnecessária do modo de linguagem, e não no uso adequado do gerúndio.

Quando o gerúndio é utilizado da forma correta?

O gerúndio pode ser utilizado de maneira adequada na língua portuguesa. Trata-se de uma forma nominal, que toma características semelhantes à de uma advérbio ou de um adjetivo dentro de uma oração.

Ele é apropriadamente utilizado para criar a ideia de continuidade de uma certa ação. Isso significa que algo ainda acontece no momento mencionado. É o caso de exemplos como:

– Enquanto você vinha, estávamos falando sobre sua viagem.

– Eles estão jogando futebol agora.

Quando ocorre o gerundismo?

O gerundismo é um vício de linguagem que ocorre com o abuso do gerúndio em situação desnecessária. Isso significa que ocorre quando há a utilização de uma estrutura válida da linguagem em um contexto absolutamente desnecessário.

Em geral, a fórmula para o gerundismo é a utilização do gerúndio em uma situação que poderia ser direta, com um formato exagerado. Um exemplo típico do gerundismo ocorre quando são utilizados três verbos subsequentes sem motivos. É o caso do clássico:

– Vou estar entrando em contato amanhã pela manhã.

Não há nenhuma necessidade de dar ideia de continuidade nesta frase. Não há motivos para a utilização do exagerado gerúndio em vez de um simples “Entrarei em contato amanhã pela manhã”, ou “vou entrar em contato amanhã pela manhã”.

Como evitar o gerundismo?

Embora possa parecer complicado, em certas situações, evitar o gerundismo é razoavelmente simples. A melhor dica é evitar construções de frases com as quais você não possui familiarização. Recorra a frases diretas, que possam ser objetivamente compreendidas.

Quando o gerúndio realmente for necessário, você perceberá naturalmente que não há uma forma mais direta de se falar a respeito daquela situação. São estes os casos em que ele é justificado, e é assim que você consegue evitar o gerundismo.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário