Início » Geografia » Comunismo: principais características

Comunismo: principais características

Compartilhe!

O comunismo é um sistema econômico no qual o todo o coletivo possui os fatores de produção. São estes fatores produtivos o trabalho, o empreendedorismo, os bens de capital e os recursos naturais.

A teoria do comunismo foi desenvolvida por Karl Marx. Enquanto a máxima do socialismo dizia ser um sistema “de cada um de acordo com sua capacidade, para cada um de acordo com a sua contribuição”, o comunismo defendeu o lema de que a sociedade deveria ser “de cada um na medida de sua capacidade, para cada um na medida de sua necessidade”.

Isso significa que o sistema não mais seria aproveitado pelos proprietários que acumulavam os meios de produção, mas por todos os trabalhadores, de forma a nunca faltar nada para ninguém.

“De cada um, na medida de sua capacidade” significa que as pessoas trabalhariam naquilo que fossem boas, estando felizes ao oferecer suas habilidades no desenvolvimento da sociedade. A economia prosperaria em função da alta produtividade destes trabalhadores que não esperam apenas um pequeno salário fracionado do lucro de seu chefe.

“Para cada um, na medida de sua necessidade” significa que a comunidade cuidaria daqueles que não podem trabalhar, como crianças, idosos e enfermos. Todas as pessoas, sem exceção, receberiam os bens e serviços necessários para a manutenção de sua dignidade.

Os dez pontos do Manifesto Comunista

O Manifesto Comunista, escrito por Marx, deu origem às diretrizes deste sistema econômico. Nele, estão citados os dez principais pontos a serem seguidos pela doutrina:

  • Abolição da propriedade privada de terra, e aplicação de todas as terras produtivas para fins públicos;
  • Alta taxação progressiva ou gradual, de acordo com a arrecadação de cada um;
  • Abolição ao direito de herança;
  • Confisco da propriedade de emigrantes e rebeldes;
  • Igualdade a todos os trabalhadores;
  • Combinação da agricultura com indústrias de manufatura. Gradual abolição da distinção entre o urbano e o rural, atingida através de uma distribuição mais igualitária das populações;
  • Educação pública para todas as crianças na escola, abolição do trabalho infantil em fábrica e combinação da educação com a capacidade de produção industrial;
  • Centralização do crédito pelo Estado, que contaria com um banco nacional com o capital do Estado e monopólio exclusivo;
  • Controle da comunicação e do transporte pelo Estado;
  • As fábricas e instrumentos de produção são do Estado, que criará terras produtivas que seguem o plano comum da nação;

O Manifesto menciona a possibilidade exclusiva do Estado de ter a possa dos meios produtivos, reconhecendo o socialismo como um possível estágio de transição entre o capitalismo e o comunismo.

Qual a diferença entre o socialismo e o comunismo?

Embora existam várias diferenças entre uma teoria e outra, há dois aspectos fundamentais que diferenciam os dois sistemas. No socialismo, os fatores produtivos pertencem a todos, sem exceção. Já no comunismo, os fatores produtivos pertencem ao Estado, e seus frutos são distribuídos a todos, sem exceção.

Além disso, o socialismo crê em um governo que represente os interesses da forma mais ampla e plural possível. No capitalismo, no entanto, há uma forte presença de um Estado centralizador e autoritário, capaz de controlar os rumos estratégicos da nação com mão forte.

Existem países comunistas?

Atualmente, alguns países declaram-se oficialmente comunistas, como é o caso de Cuba, da Coreia do Norte, da China, de Laos e do Vietnã. Na prática, no entanto, eles adotam algumas medidas relacionadas ao sistema econômico proposto por Marx, mas apresentam uma série de divergências em busca de adaptação ao mundo capitalista.

Em sua grande maioria, são estados intermediários – como é o caso da China, onde o Estado possui parte dos fatores produtivos, mas há proprietários individuais dos meios de produção, em parceria com o governo;

O caso de Cuba, por sua vez, foi um dos mais próximos da transição no passado. A experiência, no entanto, não pode ser avaliada como pura, pois o país passou por um bloqueio econômico de motivações políticas que reduziu suas possibilidades da atuação, sendo difícil realizar uma comparação saudável.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário