Início » Português » Gramática » Ortografia » “Demais” ou “de mais”: saiba como escrever corretamente

“Demais” ou “de mais”: saiba como escrever corretamente

Compartilhe!

demais-ou-de-mais-como-escrever

O que não falta na grafia das palavras em Língua Portuguesa são dúvidas. Algumas são mais pertinentes e outras nem tanto, bastando um pouquinho mais de atenção por parte de seus falantes para escrever e falar bem o próprio idioma. Dentre elas, estão a grafia das palavras “Demais” e “de mais”, que faz muita gente cair nas pegadinhas das provas de vestibular ou concurso público pelo Brasil.

Afinal, como e quando usá-las corretamente? Se escreve “Demais” ou “De mais”? Na verdade, as duas formas estão corretas. Como assim? Você não esperaria por isso, mas, na Língua Portuguesa, temos que prestar muita atenção nesses detalhes e sempre estar estudando, senão a gente fica para trás!

Se olharmos a gramática, poderemos ver que apesar das palavras serem parecidas, elas apresentam significados diversos. Porém, muitas pessoas sequer sabem da existência das duas formas. Por isso, vamos sanar todas as dúvidas vendo alguns exemplos logo abaixo. Vamos lá?

Quando empregar o “demais”?

A palavra “Demais” é um advérbio de intensidade, que serve para indicar exagero, excesso ou intensidade. Geralmente, intensifica adjetivos, verbos e advérbios, podendo ser substituída pelos sinônimos “Muito”, “Muitíssimo”, “Em excesso”, “Em exagero”, “Além da conta”, “Em demasia” ou “Demasiadamente”. Veja os exemplos:

Exemplos:

  • Estou com muito sono. Acho que trabalhei demais!
  • Queimei a língua com café, pois estava quente demais.
  • Preciso malhar urgentemente, porque estou gordo demais.

Conseguiu entender? Se ainda tiver alguma dúvida, repare como ela é empregada na letra de Jorge Vercillo:

Sensível demais, eu sou um alguém que chora

Por qualquer lembrança de nós dois

Sensível demais, você me deixou e agora

Como dominar as emoções?”. (Jorge Vercillo)

Ou, ainda, na música de Lindomar Castilho:

“Hoje me serve de exemplo

Vou fugir enquanto é tempo

Você é doida demais”. (Lindomar Castilho)

Quando empregar o “De mais”?

A palavra “De mais” é uma locução adverbial que nos transmite a noção de quantidade. Geralmente, ela mostra quantidade e intensidade dos substantivos ou pronomes. Neste caso, ela pode ser substituída pela expressão “A mais”, sendo uma palavra antônima de “A menos”. Veja como funciona na prática:

Exemplos:

  • Caramba! Aqui tem gente de mais.
  • Vamos embora. Tenho louças de mais para lavar.
  • Comprei presentes de mais para as crianças no Natal!

Se restou alguma dúvida, veja como ela é empregada também na música da banda Legião Urbana:

“O céu já foi azul, mas agora é cinza

O que era verde aqui já não existe mais

Quem me dera acreditar

Que não acontece nada de tanto brincar com fogo

Que venha o fogo então

Esse ar deixou minha vista cansada

Nada de mais”. (Legião Urbana)

Gostou das dicas? Então, aproveite para fazer as anotações e revisar mais tarde!

Até a próxima!


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário