Início » Português » Gramática » Ortografia » “Em baixo” ou “embaixo”: qual o correto?

“Em baixo” ou “embaixo”: qual o correto?

Compartilhe!

Não é nenhum segredo que a língua portuguesa é cheia de pequenas “pegadinhas” que confundem a cabeça de todos. A relação entre “em baixo” ou “embaixo” certamente está entre as principais delas. Em muitos casos, termos foneticamente idênticos possuem algum tipo de dica gráfica para facilitar na hora de escrever. Neste caso, no entanto, as duas opções são quase idênticas.

O problema, no entanto, é que cada uma significa uma coisa, e quando uma está correta, a outra não está. Por isso, saber escolher entre “em baixo” ou “embaixo” pode ser um diferencial na hora de uma comunicação eficiente – especialmente se você estiver sendo avaliado por ela.

Entenda a diferença entre “em baixo” ou “embaixo”, e qual das opções utilizar na hora de escrever:

“Em baixo” ou “embaixo”: qual o certo?

A relação entre “em baixo” ou “embaixo”, na língua portuguesa, é uma daquelas situações delicadas. Ambos podem estar certos, o que não significam que ambos podem ser utilizados em qualquer situação. A resposta é, portanto: depende do contexto.

Isso porque cada uma das expressões significa uma coisa distinta e não relacionada com a outra. Entenda quando utilizar cada um para evitar escrever errado em algo tão simples quanto isso:

Quando utilizar “embaixo”?

Embaixo, escrito em uma só palavra, é um advérbio de lugar. Isso significa que sempre que você deseja tratar da posição de algo ou alguém em relação a outra coisa, deve utilizar “embaixo”.

Isso significa que escreve-se “embaixo da mesa”, “embaixo da árvore”, “Fulano está lá embaixo”, “você pode vir aqui embaixo?” e etc. Em todas as situação relacionadas à localização ou posição de algo, utiliza-se o advérbio, que consiste em uma única palavra.

Este advérbio é formado a partir da justaposição entre as palavras “em + baixo”. Originalmente, a língua portuguesa vinda de Portugal determinava a utilização separada das palavras. A evolução morfológica ocorreu com o uso distinto da língua no Brasil, que acabou adotando o advérbio unido para sua norma culta. Essa é uma entre tantas diferenças entre o português europeu e o brasileiro.

Quando utilizar “em baixo”?

A utilização correta da expressão “em baixo” pode ser muito mais rara e muito mais distinta do que você imagina, na língua portuguesa. Na prática, a expressão só é utilizada com o objetivo de caracterizar algo com a adjetivo baixo. Isso significa que “em baixo” refere-se ao adjetivo especificamente, e não a uma relação de posição ou localização.

É utilizado, por exemplo, em situações como:

“Comprei um mapa em baixo relevo em homenagem à minha terra natal.”

“Como sempre assistia televisão em baixo volume, acostumou-se.”

Cuidado: a regra é válida apenas para o português brasileiro

Se, por algum motivo, você possui relações com o português de Portugal e precisa utilizá-lo de acordo com a norma culta local, é importante ter alguns cuidados. Por lá, a discussão entre “em baixo” ou “embaixo” não existe.

Em todos os casos que diferenciamos por aqui, utiliza-se “em baixo” no velho continente. Escreve-se, portanto “em baixo da mesa”, “em baixo tom” e “em baixo da árvore” indistintamente por lá. Por isso, cuidado ao utilizar essa regra quando sair da zona de conforto do português no Brasil.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário