Início » Física » Espectro eletromagnético: o que significa?

Espectro eletromagnético: o que significa?

Compartilhe!

Espectro eletromagnético é como chamamos, em física, a distribuição de ondas eletromagnéticas, levando em consideração tanto o comprimento das ondas quanto a frequência das radiações emitidas em cada onda.

Podemos dizer que o espectro eletromagnético é a divisão e distribuição das ondas eletromagnéticas, sejam elas visíveis ou invisíveis. Cada onda possui uma frequência e um comprimento característico e único.

Onda eletromagnética é qualquer onda que se propaga mesmo sem possuir um meio material que sirva de condutor, ou cuja velocidade de propagação no vácuo seja de, no máximo, 300.000 km/s.

A capacidade do olho humano de discernir é muito baixa, deixando de fora a grande parte das ondas. A esta pequena parcela perceptível pelo olho humano é chamada de espectro eletromagnético visível.

O espectro visível tem início na frequência em que viaja a luz vermelha e se encerra na frequência da luz violeta. A sequência exata do espectro visível é a seguinte: vermelho, alaranjado, amarelo, verde, azul, anil e violeta.

Todas as formas de radiação que viaja em uma frequência menor do que a luz vermelha é chamada de infravermelho, e todas que viajam numa frequência acima da luz violeta é chamada de ultravioleta.

Radiações

Ondas de rádio

Sua frequência mínima é de 3.000 GHz e são usadas de forma maciça para transmitir dados, normalmente dados (telefone, rádio, GPS), essa transmissão é feita através de Torres de transmissão ou radares (no caso do GPS)

Roberto Landell de Moura, um brasileiro foi a primeira pessoa a efetivamente conseguir transmitir dados por meio de ondas eletromagnéticas, este feito acabou abrindo espaço para a criação do rádio e posteriormente do telefone.

Micro-ondas

Situada entre as ondas infravermelhas e as de rádio, esta radiação se tornou conhecida pelo grande público através de sua utilização mais conhecido no aquecimento de alimentos, porém em esta onda também é responsável pela transmissão de dados televisivos.

No forno micro-ondas, elas são liberadas através do magnetron e causam uma reação de ressonância com as moléculas de água presentes na comida, estas moléculas por sua vez aceleram, liberando calor que é responsável pelo resultado final, o aquecimento da comida.

Infravermelho

Controles remotos, aparelhos de observação de satélites e materiais da indústria têxtil e automotiva, essa radiação foi estudada e passou a ser usada em cada vez mais coisas ao longo do tempo.

Sempre que um objeto troca calor com o ambiente a sua volta, este objeto está usando radiações infravermelhas, como os famosos óculos de visão noturna que destacam o espectro vermelho nos corpos.

Ultravioleta

Localizada entre a luz visível aos olhos humanos e o raio X, a radiação ultravioleta é facilmente encontrada a nossa volta. Uma vez que ela é constantemente emitida pelo sol, essa radiação causa um forte estímulo na produção de melanina, isso é o que causa o efeito de pele bronzeada quando ficamos expostos ao sol por um determinado tempo.

Raios X

As ondas eletromagnéticas que conseguem penetrar em sistemas de baixa densidade são chamadas de raio X, essa radiação é comumente usada em exames médicos e diagnósticos feitos através da produção de imagens do interior do corpo do paciente.

Isso acontece porque os raios têm a capacidade de atravessar a carne dos órgãos humanos, mas não são capazes de atravessar os ossos, uma vez que estes têm uma densidade maior. Graças a isso podemos diagnosticar e tratar fraturas com uma facilidade muito maior do que antes da descoberta desta propriedade.

Raios gama

Produzida apenas através de transições nucleares, os raios gama são ondas eletromagnéticas com uma frequência incrivelmente alta. Por causa de sua grande capacidade de penetração, essa radiação é usada em tratamentos de radioterapia e também para cauterização em células tumorais durante cirurgias e, em mundo mais fantasioso, há quem diga que este espectro eletromagnético também serve para criação do Incrível Hulk, embora nenhuma pesquisa tenha conseguido comprovar está última.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário