Início » Ciência » Estados físicos da água: quais são?

Estados físicos da água: quais são?

Compartilhe!

Os diferentes estados físicos da água fazem com que ela seja um elemento presente em praticamente tudo o que envolve o planeta Terra, adaptando-se às condições de cada um destes locais. Embora o nosso planeta seja denominado a partir da porção terrestre, sua superfície é formada por 71% de água. Ela está presente em oceanos, mares, lagos, rios, pedaços de gelo, nos solos e, até mesmo na atmosfera.

Ao longo dessa enorme distribuição, considera-se estados físicos da água diferentes. Cada um deles apresenta propriedades físicas diferentes, embora algumas de suas características sejam mantidas.

Os três estados físicos da água são os estados sólido, líquido ou gasoso. Por óbvio, conhecemos estes estados em atribuições mais práticas, como o gelo, no caso sólido, ou o vapor, no caso gasoso. A estado físico apresentado pela água depende, sobretudo, das condições e variações climáticas que a cercam. Temperatura, pressão e influências externas geram modificações nestas condições.

Água em estado sólido

A água em estado sólido é nada mais do que o gelo. Quando a água congela, suas moléculas distanciam-se umas das outras, o que torna o estado sólido da água menos denso do que seu estado líquido. Isso significa que um mesmo volume de água líquida é mais pesado do que em seu estado sólido.

É por isso, por exemplo, que um cubo de gelo flutua em um copo de água – o líquido, mais pesado, deposita-se no fundo, fazendo com que o estado sólido vá para a parte superior. Trata-se da condição, entre os estados físicos da água, que ocorre sob temperaturas mais baixas. Ela converte-se em estado sólido em temperaturas de zero graus Celsius ou inferiores.

Água em estado líquido

Quando pensamos nos estados físicos da água, a aparência líquida provavelmente é a mais regular em um primeiro pensamento. Isso porque é aquela com a qual estamos mais familiarizados: ao beber, comer, tomar banho, lavar louça e etc. O estado líquido ocorre nas temperaturas entre zero e cem graus Celsius. Abaixo de zero, ela converte-se em sólido – acima disso, entra em ebulição e converte-se em gás.

Água em estado gasoso

A água em estado gasoso é uma forma muito comum em nosso redor, embora nem sempre percebamos. Ela está presente constantemente no ar que respiramos e que nos cerca, mas as moléculas são tão pequenas que, em geral, somos incapazes de perceber.

De forma prática, costumamos chamar a água em estado gasoso de vapor. Ela toma essa forma quando entra em ebulição, saindo do estado líquido para separar-se em moléculas menores. O estado gasoso, ao resfriar, passa pelo processo de condensação, que é o responsável por gerar, por exemplo, as nuvens no céu.

Ao nível do mar, considera-se que o vapor é gerado quando a água ultrapassa os cem graus Celsius. Abaixo desta temperatura, ela retorna para seu estado líquido. Deve-se sempre considerar que  a altitude e a pressão influenciam na temperatura necessária para as mudanças dos estados físicos da água. Em locais de alta altitude, por exemplo, a água tende a ebulir a temperaturas mais baixas, e o contrário é verdadeiro. É por isso que utilizamos, por exemplo, panelas de pressão para cozinhar mais rápido: sob um nível maior de pressão, a água só entra em estado de ebulição em temperaturas mais altas, o que faz com que a comida fique pronta mais rapidamente.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário