Início » Geografia » Extrativismo: principais características e consequências

Extrativismo: principais características e consequências

Compartilhe!

Extrativismo é o mesmo que extração é a atividade que extrai os recursos da natureza. Hoje em dia, essa prática é muito difundida no mundo todo. Existem três tipo de extrativismo:

Animal (caça e pesca)

Ocorre com a captura de animais, dependo da caça, ela pode ser considerada predatória. No Brasil, somente os índios são autorizados a caçar, pelo fato de dependerem da caça para obter o seu alimento. Já a pesca é autorizada, mas, somente em determinadas épocas em que há reprodução dos peixes, e o tamanho ideal também é levado em conta. E mesmo assim, em várias regiões do Brasil, é necessário obter uma licença para exercer essa atividade.

Na Amazônia, por exemplo, a pesca é considerada a maior fonte de renda dos moradores ali. Mas, infelizmente, ela acaba sendo a maior fonte de atividades ilegais do Brasil. Os impactos para o meio ambiente são muitos, dentre eles podemos dizer; a caça e pesca de animais em extinção, os maus tratos dos animais, e a caça de animais selvagens.

Os animais selvagens como cascavel e coral verdadeira, estão entre os animais mais procurados do Brasil, principalmente para fins científicos. Outros animais, como mico-leão-dourado também estão sofrendo com a extinção da espécie no país.

Mineral (mineração)

Atualmente, o Brasil se destaca na economia mundial tendo como fonte a mineração. O país se encontra na 6° posição de extração de ferro, principalmente em Minas Gerais, em 3° lugar na extração e produção de alumínio. No Amazonas e em Rondônia, o estanho é mais extraído para a produção de aço. Outros estados como Bahia, Pará, Amazonas e Goiás, são extraídos respectivamente, o cobre, o ouro, o nióbio e o quartzo. Além de minérios como o Cimento, Caulim, Diamante, Enxofre, Magnesita, Níquel e Tungstênio.

O impacto ambiental ao meio ambiente é enorme. Por causa da exploração excessiva, é necessário abrir grandes crateras, e essas, modificam o solo, e o relevo da região. Além disso, há a contaminação solo por produtos químicos, poluição dos rios, e outros estragos causados por esta atividade.

O último desastre, ocorrido no Brasil causado pela mineração, foi o vazamento de cerca de 62 milhões de toneladas, no rio doce, na cidade de Mariana em Minas Gerais. O rio foi considerado com oficialmente morto, e a maiorias das pessoas que vivam ali, perderam sua fonte de trabalho, que era a pesca.

Vegetal

O extrativismo vegetal é quando o homem retira do meio ambiente, produtos que já estavam lá, que ele não plantou. Como por exemplo, a madeira, as castanhas, e outros. O Brasil se encontra em primeiro lugar na extração de madeira, principalmente no estado do Amazonas.

No Pará, o principal produto extraído é a famosa castanha-do-pará, no nordeste os principais são: a piaçava, a castanha-de-caju, o coco, e o buriti. Na região amazônica, também se extrai o açaí, e o palmito, sendo a maior parte produtos para exportação.

O impacto ambiental por conta da extração vegetal tem sido uma das piores do Brasil e do mundo, a Amazônia é a que mais tem sofrido com o desmatamento. A floresta amazônica é a maior floresta tropical do mundo, e o desmatamento dela tem afetado o equilíbrio natural do planeta Terra. Os principais problemas são: o processo de desertificação dos locais próximos ao estado, a extinção de animais e espécies vegetais, e outros.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário