Início » Geografia » Mapa do Brasil: Características e tipos

Mapa do Brasil: Características e tipos

Compartilhe!

Mapa do Brasil

O mapa do Brasil é a ferramenta básica de análise geográfica a respeito das características do país. Mais do que isso, através dele é possível fazer diversas análises históricas e, dependendo do tipo, até mesmo econômicas e sociais.

Não existe apenas um mapa do Brasil. Na verdade, um mapa pode variar significativamente, de acordo com sua metodologia, com o tipo de informação que seleciona e com a intenção para a qual foi desenvolvido.

Saiba como analisar um mapa do Brasil, conheça sua evolução histórica, e quais os principais tipos utilizados:

Mudanças históricas no mapa do Brasil

Quando tratamos de um mapa político, falamos sobre o território, suas fronteiras e divisões internas. É ele que define os limites físicos de um país e as subdivisões, como os estados. No caso brasileiro, o mapa político atual é fruto de todo um processo histórico que o modificou profundamente ao longo do tempo.

Desde a primeira definição de mapa do país, datada de 1502, acordos internacionais, conflitos políticos e batalhas redefiniram as fronteiras do Brasil. Além disso, a própria administração interna modificou a organização territorial uma série de vezes.

O território brasileiro foi definido originalmente em 1494, antes da chegada portuguesa no continente, quando Portugal e Espanha assinaram o Tratado de Tordesilhas. Na época, a área representada pelo país era significativamente menor, e a fronteira tratava uma linha reta divisória.

Atualmente, o país conta com 26 estados, mais o Distrito Federal. Na prática, tal configuração existe apenas desde 1988, com a vigência da nova Constituição Federal.

O mapa político: regiões e estados

Quando fala-se em “mapa do Brasil”, a primeira imagem que surge na mente é, provavelmente, a de uma mapa político. Mapa político é aquele que define as fronteiras territoriais de uma região e sua organização politicamente definida.

No caso brasileiro, é o mapa de demonstra seus limites com países vizinhos e a organização dos 26 estados e Distrito Federal. Em alguns casos, é comum que as regiões sejam divididas por cores demonstrativas, separando-se as cinco categorias: Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte.

Mapas temáticos do Brasil

Como já mencionado, o mapa político está longe de ser o único tipo de mapa do Brasil disponível. Na prática, diversas provas e concursos utilizam diferentes tipos de mapas para o exercício de análises.

É importante compreender cada um deles, e quais as principais implicações e temas que cada um levanta.

Mapa do clima

Os mapas climáticos são aqueles que definem médias de temperatura, umidade e variações climáticas de acordo com a região do país. Muitas vezes, mapas de clima são utilizados para demonstrar a enorme diversidade geográfica do país, reforçando sua imensidão.

O mapa do clima pode ser comumente utilizado para discutir a urgência de necessidades básicas, como a água, em locais extremamente afetados pela seca, no país.

Mapa da vegetação

Mapas de vegetação demonstram os diversos tipos de flora distribuídos ao longo do país. Não raras vezes, suscitam temas como o desmatamento e questões ecológicas. É útil, nestes casos, saber que a Mata Atlântica é uma das mais devastadas em todo o continente.

Mapa rodoviário

O mapa rodoviário não costuma estar entre os mais utilizados por provas e concursos, mas era um dos mais populares até a facilidade de sistemas de navegação no celular. Um aspecto interessante de ser analisado sobre eles é a pulverização muito maior de rodovias em regiões economicamente mais aquecidas, o que demonstra a relação entre investimento em estrutura e busca por arrecadação do Estado.

Mapa de ocupação econômica

O mapa de ocupação econômica é aquele que define a intensidade e tipo de ocupação econômica de acordo com a região do território nacional. Pode-se perceber, por exemplo, a concentração de atividades mais tecnologicamente intensivas em determinadas regiões do país, relegando maior parte do território a atividades mais extensivas em mão de obra.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário