Início » Matemática » Números Primos: definição e usos

Números Primos: definição e usos

Compartilhe!

Os números primos são essenciais para a matemática e para a tecnologia atual. Você pode não saber, mas é a utilização destes mesmos números primos que permitem que sua senha não seja facilmente descoberta por outras pessoas, e que garantem que suas informações possam ser criptografadas.

Eles são, aliás, base de todo sistema de criptografia utilizado na atualidade – o que significa que os números primos são responsáveis por você ter alguma privacidade e segurança toda vez que acessa a internet.gettyimages-478186903-1200x800

Muito antes de seu uso online, no entanto, os números primos já eram utilizados, estudados e possuíam várias funcionalidades. Entenda mais sobre eles, e várias de suas características:

Definição de um número primo

Um número primo é aquele que só pode ser dividido, sem restos, por si mesmo e por um. Ele não é produto de nenhuma outra multiplicação de números naturais.

Exemplos de números primos são o 2, o 3, o 11, o 17 e etc.

Características de números primos

O único número primo que é par é o 2. Todos os outros números pares podem ser divididos sem restos, obviamente, pelo número dois (no mínimo). Além disso, nenhum número superior a 5 que termine com o algarismo 5 é primo. Isso ocorre porque todos os números que acabam em cinco são divisíveis pelo próprio 5.

Os números zero e 1 não são considerados números primos, por fugirem à regra. Com exceção destes dois – que não se encaixam nas categorias – define-se como número composto todo aquele número que não é primo.

Para descobrir se um número é primo, deve-se dividi-lo por outros números primos (geralmente, iniciando-se de 2, 3, 5, 7 e assim por diante). Ele será primo se nenhum número primo anterior for capaz de dividi-lo sem deixar resto.

Curiosidades sobre números primos

Alguns fatos interessantes sobre a definição dos números primos são:

  • Por definição, há infinitos números primos. Há, no entanto, um limite (imposto pela tecnologia atual) dos números primos que a humanidade é capaz de calcular, pois sua descoberta exige um poder de processamento que ainda não é acessível;
  • Todo número natural maior do que um pode ser escrito como o produto de outros números primos;
  • Há mais números primos cujo resto é 3, quando divididos por 4, do que há números primos cujo resto é 1 quando divididos por quatro, considerando-se um conjunto numérico não definido previamente para que obtenha um resultado distinto, pois a distribuição destes resultados não é exatamente homogênea ao longo dos números naturais;

Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário