Início » Geografia » Oceano Glacial Ártico: características e peculiaridades

Oceano Glacial Ártico: características e peculiaridades

Compartilhe!

Ao norte do Mapa Mundi o polo norte, o qual é rodeado por um importantíssimo oceano, o Glacial Ártico, que do grego arktos significa urso, e esta nomenclatura vem devido à constelação ursa maior, presente no norte do mundo. Considerado o menor e também mais raso dos oceanos existentes, sendo coberto de gelo em quase todo o ano. As temperaturas e salinidades variam de acordo com a sazonalidade, o que torna um dos mares menos salgados de todos pelo motivo da baixa evaporação e o fluxo de água doce de rios e córregos existentes. Outro fator que reduz a salinidade é a conexão limitada com os outros oceanos de maior salinidade.

Dimensões

O oceano é composto por uma bacia circular que tem 14 milhões de km², aproximadamente o tamanho da Rússia, tendo um litoral de 45 mil quilômetros. E em médias tem 1500 metros de profundidade, no entanto pode chegar a 5500 metros de profundidade.

Suas bordas são divididas em vários mares, separados por arquipélagos: da Escandinávia à Rússia e à América do Norte. Limitado por uma soleira de pequena profundidade, o Oceano Glacial Ártico realiza pouquíssimas trocas de águas com os outros oceanos. A banquisa, que nada mais é a camada de gelo superficial, é muito caótica devido os movimentos tendo uma espessura de dois a quatro metro de espessura e as dimensões da banquisa variam de acordo com a estação, aumentando a circulação de águas ou não no Oceano Glacial Ártico.

Delimitações

Apesar de ser considerado o menor oceano no mundo, o Oceano Glacial Ártico tem várias fronteiras, sendo suas delimitações feitas pela Eurásia, América do Norte, Groelândia e inúmeras ilhas. Está ligado pelo estreito de Bering ao oceano Pacífico e ao oceano Atlântico pelo mar de Labrador e mar da Groelândia. Localizado na parte mais setentrional do mundo na região conhecido como círculo polar ártico, sendo considerado um deserto frio, inóspito e hostil.

Biodiversidade

Mesmo o clima sendo polar e na maioria do ano as temperaturas estão abaixo de zero, podendo atingir incríveis -60°C. A paisagem é, principalmente, composta por icebergs, o que torna a fauna e a flora muito restritas, existindo ursos, focas, morsas, leões marinhos, etc. O oceano também apresenta grande importância ambiental influenciando diretamente no clima do mundo inteiro, contudo com o derretimento das calotas polares o efeito estufa e o aquecimento global intensificam-se e não somente como o aumento da massa de água no planeta, reduzindo o território de terra presente do mundo, mais precisamente nas áreas litorâneas. Consequentemente, corrobora para a perda de espécies vegetais, animais e o risco de inundações tornam-se maiores. Além disso, a caça desenfreada, juntamente com a poluição das águas desequilibra o ecossistema por inteiro, como por exemplo o risco de extinção das baleias cabeça-redonda, com população estimada de 8 mil baleias e vivem somente no Ártico. A biodiversidade da flora não é muito densa, mas sim conhecida pelos seus estudos, onde está localizada a famosa floresta de Coníferas, representadas pela Taiga, árvore típica da parte sul do Ártico.

Aurora Boreal

A aurora boreal, evento destacado que ocorre no polo norte, é quando o plasma resultante das atividades solares entra em contato com os elementos da atmosfera terrestre, ou seja, o sol envia energia para a terra. Sucintamente o sol envia seus raios solares que ao chegarem próximo da terra colidem com o campo magnético presente na mesma, e com isso são puxadas para os polos, entrando na atmosfera e colidindo com partículas que devido a energia presente, liberando energia em forma de luz. Este fenômeno tem grande importância econômica, pois torna lugares de baixíssimas temperaturas locais de grande turismo, o que auxilia países nórdicos com um ganho financeiro somente com fenômenos naturais.

Atualidade

Atualmente o uso atual no Oceano Glacial Ártico é devido sua fauna, a qual possui peixes de grande caráter econômico, como o bacalhau e o salmão, peixes muito conhecidos em grande parte do mundo e evidentemente presente no cardápio de muitas populações.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário