Início » Biologia » Ossos do Corpo Humano: entenda o sistema esquelético

Ossos do Corpo Humano: entenda o sistema esquelético

Compartilhe!

O sistema esquelético inclui todos os ossos do corpo humano, assim como as juntas contidas nele. Cada osso é um órgão complexo, feito de diversas células, fibras proteicas e minerais. O esqueleto age como uma estrutura para fornecer sustentação e proteção aos tecidos mais moles que formam o resto do corpo.

Os ossos do corpo humano também produzem células hemácias, além de servirem como importantes depósitos para nutrientes, como cálcio e ferro.

Entenda as diferenças entre os ossos do corpo humano e a funcionalidade dos diferentes tipos de ossos presentes em cada pessoa:

Como é formado o esqueleto

ossos-do-corpo-humano

O sistema esquelético, em um corpo adulto, é formado por 206 ossos individuais. Estes ossos são organizados em duas divisões maiores: o esqueleto axial e o esqueleto apendicular.

O esqueleto axial é aquele que acompanha a linha da coluna vertebral e é formado por cerca de oitenta ossos, espalhados em:

  • Crânio
  • Hióide
  • Ossículos auditivos
  • Costelas
  • Esterno
  • Coluna vertebral

Já o esqueleto apendicular, é formado por 126 ossos, distribuídos por:

  • Membros superiores
  • Membros inferiores
  • Cintura pélvica
  • Escápulas

A estrutura dos ossos do corpo humano

O esqueleto atinge cerca de 30 a 40% da massa total de um corpo adulto saudável. Esta massa é formada por matriz óssea não-viva e diversas células ósseas. Cerca de metade da matriz óssea é feita de água, enquanto a outra metade é formada por proteínas, cristais sólidos de cálcio e fosfato de cálcio.

Células ósseas

As células ósseas vivas são encontradas nas bordas do osso e em pequenas cavidades dentro da matriz. Embora estas células representem parte muito pequena da massa total, elas possuem papéis importantes no funcionamento do esqueleto humano.

São elas que permitem que os ossos do corpo humano:

  • Cresçam e se desenvolvam
  • Possam ser reparados após lesões ou desgastes
  • Possam ser utilizado como uma fonte de liberação daqueles minerais armazenados

Tipos de ossos

Todos os ossos do corpo humano podem ser divididos em cinco tipos: longos, curtos, chatos, irregulares e sesamóide.

Ossos longos são, como o próprio nome indica, mais compridos do que grossos, e são encontrados principalmente nos membros humanos. Este tipo consegue crescer mais do que os outros tipos de ossos do corpo humano durante a infância, e são os principais responsáveis pelo ganho de altura.

Exemplos de ossos longos são o fêmur, a tíbia, a fíbula o metatarso e as falanges.

Ossos curtos são aqueles tão longo quanto compridos, geralmente em forma cúbica ou arrendondada. Os ossos do carpo, no pulso, são os principais exemplos de ossos curtos no corpo humano.

Ossos chatos variam bastante em tamanho e formato, mas sempre são consideravelmente finos, e voltados para uma única direção. Por serem finos, não possuem cavidades medulares, onde os outros tipos de ossos produzem células sanguíneas. O ossos frontal, parietal e occipital no crânio, assim como as costelas e ossos do quadril são exemplos deste tipo de osso.

Ossos irregulares são aqueles que possuem um formato que não se enquadra nas outras categorias de ossos do corpo humano. As vértebras e alguns ossos do crânio, como o esfenóide, etmóide e o zigomático são exemplos da categoria irregular.

Ossos sesamóides são formados após o nascimentos, dentro dos tendões que ligam as juntas. Este tipo de osso cresce para proteger o tendão do estresse, auxiliando o trabalho do músculo de puxar o tendão.

A patela e os ossos pisiformes são os únicos tipos de sesamóides contabilizados entre os 206 ossos do corpo humano, embora outros sesamóides possam se formar em algumas pessoas.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *