Início » Biologia » Ossos da Mão: qual sua composição?

Ossos da Mão: qual sua composição?

Compartilhe!

Os ossos da mão podem ser considerada em três grandes partes. Boa parte das estruturas básicas dos ossos da mão e dos pés são semelhantes em formas gerais. Uma das diferenças é que as mãos possuem carpo, metacarpo e falanges, enquanto os pés possuem tarso, metatarso e falanges.

As mão são estruturas delicadas no que diz respeito à complexidade de seu funcionamento. Por serem constituídas por pequenos ossos, qualquer distúrbio pode levar a lesões significativas. Por isso, compreender a formação óssea das mãos é essencial ao permitir que um entendimento adequado da anatomia.

Compreenda a importância das evoluções que geraram este tipo de estrutura, e quais são os ossos da mão e suas funções:

A importância evolutiva dos ossos da mão

Evolutivamente falando, cada parte do corpo humano é importantíssimo no processo de adaptação que colocou a espécie na posição atual em relação à natureza. No caso dos ossos da mão, mais especificamente, essa evolução é marcadamente essencial.

Isso porque é sobretudo a estrutura de “pinça” promovida pela posição distinta do polegar que permitiu um desenvolvimento diferenciado dos homens em relação a outros tipos de primatas. Essa possibilidade permitiu o desenvolvimento e proficiência no uso de diversos tipos de instrumentos absolutamente importantes.

São instrumentos utilizados para a caça, o desenvolvimento da escrita, manipulação do ambiente ao redor e domínio de alguns outros animais para favorecer uma organização de sociedades cada vez mais estabelecida em ferramentas e técnicas. É por isso que a compreensão da formação dos ossos da mão é importante nos mais diversos aspectos imagináveis.

O carpo

O carpo, de forma geral, é uma estrutura proposta em duas fileiras que distribuem oito ossos menores. Ele representa o conjunto estrutural central de nossas mãos, contendo parte do que chamaríamos, em grande medida, de palma da mãos.

Na parte inferior da fileiras, são posicionados o osso unciforme, o grande osso, o trapezoide e o trapézio. São os ossos localizados mais perto do pulso. Já na porção superior, localizam-se os ossos que ligam-se com o metacarpo, responsável pela união entre as três “partes” da ósseas da mão.

O metacarpo

O metacarpo é uma espécie de ligação óssea entre as estruturas do carpo e as estruturas das falanges. De forma geral, portanto, representam a ligação entre a formação mais central da mão e os dedos.

Estruturalmente, é formado por cinco ossos chamados metacarpianos, que fazem esta conexão. Com elas, é possível que a mão funcione de maneira conjunta desde seu início até a ponta dos dedos, pois representa a ligação rígida entre essas partes.

As falanges

Já as falanges, por sua vez, são os ossos da mão que, via de regra, consideramos representar os dedos. Os dedos são formados por duas ou três falanges (a depender do dedo), reunidas por meio de estruturas nervosas, cartilaginosas e musculares.

Cada dedo possui três falanges. A exceção, neste caso, é o dedo polegar, que apresenta apenas duas – o que  justifica sua capacidade de realizar uma “dobra” a menos que os outros dedos. A primeira falange de cada dedo é aquela que articula-se com seu respectivo metacarpiano.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário