Início » Português » Gramática » Ortografia » Palavras com “H”: conheça as regras para grafá-las corretamente

Palavras com “H”: conheça as regras para grafá-las corretamente

Compartilhe!

Coitadinha! Quem nunca ouviu essa expressão aos falar dos valores fonéticos da letra “H”? Diferente das demais letras do nosso alfabeto, essa consoante é a única que não possui som quando aparece no início ou no fim das palavras. No entanto, mesmo não sendo um fonema em si, a letra “H” está sempre presente na escrita de muitas palavras do nosso vocabulário, seja para compor dígrafos, como “CH”, “NH” e “LH”, ou algumas interjeições, como “Hã?”, “Ah!”, “Hum!”, entre outras.

Isso porque a consoante foi conservada apenas como símbolo, por força da etimologia e da tradição escrita. Ou seja, muitas palavras derivadas do latim ou do grego, como hoje (hodie, em latim), hábito (habitu, em latim) e hélice (do grego hélix), por exemplo, mantêm as suas grafias praticamente iguais até atualmente.

Por isso, é muito comum que estudantes e outras pessoas tenham dificuldades na hora de escrever palavras com “H”. Será que se escreve com “I” ou com “H”? Fique tranquilo (a)! Com as regrinhas simples e fáceis que você vai conhecer no artigo de hoje, não restarão mais dúvidas para o dia da prova do concurso ou vestibular que você vai fazer! Vamos lá?

Principais regras para escrever palavras com “H”

Como dissemos no início desse artigo, existem algumas normas gramaticais e ortográficos que determinam como as palavras com “H” devem ser escritas na Língua Portuguesa. Veja, a seguir, quais são elas:

1 – No início de palavras de origem etimológica

Existem algumas palavras atualmente na Língua Portuguesa que derivam do latim e do grego que, por respeito às suas raízes etimológicas, continuam sendo escritas com a letra “H” no início. Neste caso, sempre que uma palavra tiver essa característica, é preciso grafá-las com a consoante no começo.

Exemplos:

  • Hábito (do latim habitu)
  • Hélice (Do grego hélix)
  • Hesitar (Do latim haesĭto)
  • Hérnia (Do latim hernĭa)
  • Homologar (Do grego homologéō)
  • Hoje (Do latim hodie)
  • Hilário (Do latim hilăris)
  • Haurir (Do latim haurĭo)

2 – Como integrante dos dígrafos “CH”, “NH” e “LH”

A consoante em si não tem som, mas, quando faz parte de um dos dígrafos acima, assume alguns fonemas. Neste caso, ela deverá aparecer sempre no começo, no meio ou na última sílaba das palavras, como é caso dos exemplos abaixo.

Exemplos:

  • Chave
  • Boliche
  • Cachimbo
  • Mochila
  • Machucar
  • Telha
  • Flecha
  • Calha
  • Quadrilha
  • Companhia
  • Definhar

3 – No começo ou no final de interjeições

A letra “H” praticamente domina o fantástico mundo das interjeições. Estes casos são os únicos em que a consoante é empregada como última letra de uma palavra na Língua Portuguesa. Nos demais casos, ela só poderá finalizar uma palavra em português quando for citar nomes próprios em inglês ou outros idiomas, como Hannah, por exemplo.

Confira algumas das interjeições em que se utiliza o “H” no início e no meio das palavras:

  • Bah!
  • Ah!
  • Hum!
  • Hã?!
  • Oh!
  • Ih!
  • Héin?!
  • Uh!
  • Eh!

4 – No início da segunda palavra de compostas com hífen

O “H” sempre vai aparecer no início da segunda palavra daquelas compostas unidas por um hífen. Neste caso, a segunda palavra deverá iniciar com a consoante também por razões etimológicas, como as que mostramos anteriormente nesse artigo. Veja algumas delas:

  • Anti-higiênico
  • Mal-humorado
  • Super-homem
  • Semi-hipnotizado
  • Contra-habitual
  • Pré-histórico
  • Extra-hospitalar
  • Semi-humano

5 – Excepcionalmente, na palavra Bahia

A palavra Bahia, nome próprio de um dos nossos estados brasileiros, é a única que recebe a letra “H” no meio sem acompanhar um dígrafo, como “CH”, “LH” e “NH”, que já falamos anteriormente. Neste caso, ela é escrita desta forma mais por conta de uma tradição ortográfica secular e consagração pelo uso.

No entanto, as suas derivadas, como baiano ou baiana, não recebem o “H”. Ao contrário disso, existem algumas palavras que antes eram escritas com “H”, em sua origem etimológica, e hoje perderam a grafia com esta letra, mas continuam com as suas derivadas escritas com a consoante, como é o caso das palavras erva e inverno, que perderam a letra no seu início, e têm os seus cognatos herbívoro e hibernal escritos com a consoante.

Palavras com “H” no início

  • Habitante
  • Habilidade
  • Hambúrguer
  • Hemisfério
  • Haver
  • Herbívoro
  • Hipocrisia
  • Hesitação
  • História
  • Homem
  • Hoje
  • Homogêneo
  • Horóscopo
  • Honestidade
  • Horrível

Palavras com “H” no meio (dígrafos)

  • Caprichar
  • Chimarrão
  • Chateado
  • Chinfrim
  • Cochicho
  • Chuchu
  • Fechar
  • Pichar
  • Machucar
  • Salsicha
  • Carinho
  • Companhia
  • Fronha
  • Estranho
  • Ganhar
  • Moinho
  • Pinho
  • Pinheiro
  • Sonhar
  • Afilhado
  • Bilhete
  • Atrapalhar
  • Cabeçalho
  • Cavalheirismo
  • Canalha
  • Compartilhar
  • Humilhação
  • Empecilho
  • Trabalhar

Palavras com “H” no fim

Como falamos no decorrer desse post, não existem palavras na Língua Portuguesa terminadas com a letra “H”, a não ser no caso das interjeições citadas ou em nomes próprios em inglês ou outros idiomas.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *