Início » Português » Gramática » Ortografia » Palavras que perderam o acento após o Novo Acordo Ortográfico

Palavras que perderam o acento após o Novo Acordo Ortográfico

Compartilhe!

Entre as diversas mudanças com o Novo Acordo Ortográfico estão as alterações na acentuação das palavras. Muitas palavras que eram acentuadas com o antigo acordo perderam o acento, ganhando uma nova escrita. Confira aqui as palavras que perderam as regras e conheça as regras que devem ser utilizadas agora.

Hiatos (oos, eem, i e u)

Uma das principais mudanças de acentuação com o novo acordo ortográfico foi o fim da regra dos hiatos. Os hiatos perderam o acento com a reforma ortográfica e as palavras com fim “oo(s)” ou “eem” não recebem mais o acento circunflexo. Por exemplo, palavras como voo, voos, enjoo, enjoos, leem e veem perderam o acento.

Porém, ainda existem algumas exceções a essa nova mudança. Os verbos ter e vir e seus verbos derivados permaneceram sendo acentuados na terceira pessoa do singular e do plural do presente do indicativo. Por exemplo, no plural, eles têm, vêm, detêm, contêm, ainda possuem o acento. Já no singular, as palavras levam o acento agudo, como em contém e detém.

Outra mudança nos hiatos ocorreu com as vogais I e U quando forem precedidas por um ditongo. Ou seja, quando houver um ditongo seguido de um hiato na palavra. Feiura, baiuca e saiinha, por exemplo, também perderam o acento.

Ditongos abertos (paroxítonas)

Em relação à regra dos ditongos abertos, referente às expressões “éu”, “éi” e “ói”, a mudança ocorreu parcialmente. Apenas as palavras paroxítonas perderam o acento, ou seja, aquelas palavras que possuem o acento tônico na penúltima sílaba.

O principal exemplo dessa mudança é a palavra ideia, que antes era acentuada como idéia. Outros exemplos são assembleia, colmeia, jiboia, apoio, heroico, entre outros.

Acento diferencial

Outra mudança ocorreu com as palavras que recebiam acento diferencial, mas apenas de forma parcial. O novo acordo ortográfico alterou alguns verbos e substantivos, que perderam o acento gráfico e ganharam uma nova escrita.

Em relação aos verbos, a mudança ocorreu com o verbo “parar” na 3ª pessoa do singular do presente do indicativo e o verbo “pelar” na 1ª, 2ª e 3ª pessoa do singular.  Já com os substantivos a mudança ocorreu com as palavras pelo, pera e polo. Vejamos alguns exemplos dessas mudanças:

– O pelo do meu gato está caindo.

– Minha fruta preferida é a pera.

– Os polos norte e sul possuem acesso difícil.

Arguir

O verbo “arguir” também passou por uma alteração importante com as novas regras. Antes algumas conjugações verbais de “arguir” no indicativo, subjuntivo e imperativo do afirmativo recebiam acento agudo. Agora, arguir e redarguir perderam o acento em, por exemplo, eu “arguo”.

Verbos terminados em “guar”, “quar” e “quir”

Alguns verbos sofreram mudanças parciais, pois dependem de como são pronunciados para receberam acento ou não. Verbos terminados em “guar”, “quart” e “quir” e com a pronúncia tônica do “a” ou “i” devem ser acentuados. Mas se a pronúncia tônica estiver no “u”, não precisa acentuar. Vejamos frases com exemplos:

– O rio deságua no oceano.

– Eu enxaguo os meus cachorros após o banho.

– Espero que tu averigues o que está acontecendo.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário