Início » Geografia » Paralelos e Meridianos

Paralelos e Meridianos

Compartilhe!

Paralelos e Meridianos, são linhas imaginárias que cortam o Globo Terrestre. Elas podem ser verticais e horizontais e tem como função demarcar hemisférios e ajudar as pessoas a se localizarem.

Em quesito de localização, ambas se completam, com as coordenadas de latitude e longitude, encontramos qualquer localização no planeta. São as coordenada usadas no GPS.

Meridianos

Os meridianos são linhas verticais que cortam a Terra de lesta a oeste. Elas tem esse nome por conta do seu marco zero (0°), chamado de Meridiano de Greenwich, que fica centralizada no globo.

Elas tem a função de dividir a terra sob dois eixos, o hemisfério Oriental e o hemisfério Ocidental. Eles acabam formando semicírculos.

As linhas meridionais ou longitudinais são contadas por graus. Cada linha tem 15°. Para contar de forma fácil, é preciso usar o marco zero como referência, sendo que ele marca o centro do plano terrestre verticalmente.

Os graus meridionais podem ir de 0° (zero grau) até 180° (cento e oitenta graus), negativos ou positivos. A linha oposta à de Greenwich (0°) é considerada o “Antimeridiano” (180°) e é usada para marcar a mudança de dia.

Para facilitar o entendimento, as linhas que ficam a esquerdo do Meridiano de Greenwich, são contadas de forma negativa, ou seja -15°, -30°, -45°. Já as que estão do lado direito, são contadas positivamente, 15°, 30°, 45°.

Outra importante função das linhas meridianas é ajudar a contar as faixas de fuso horário. As riscas são usadas para demarcar a as horas. Cada faixa de 15° (quinze graus) significa uma hora, assim facilitando a contagem.

Para entender o por que desses 15° é simples. A Terra por ser esférica tem 360° e para dar um volta completa em torno de si, demora 24 horas. Se dividirmos o seu tamanho pelo tempo (360° dividido por 24 horas) teremos o resultado de 15°.

Então são 24 faixas de 15°, cada faixa é equivalente a uma hora. A partir de agora é só fazer a contagem da mesma forma que contamos os graus longitudinais.

O Meridiano de Greenwich é o ponto zero (0°), para a esquerda as horas são negativas, para direita as horas são positivas. Logo são 12 horas negativas (esquerda) e 12 horas positivas (direita).

 

Paralelas

Os Paralelos e Meridianos tem a sua forma de medição através de graus

Além da linhas que cortam a Terra verticalmente, existem também os traços horizontais, que cortam de norte a sul, a partir da Linha do Equador (ponto 0°). Elas são chamadas de linhas paralelas ou latitudinais e dividida em graus.

Porém a mais importante linha das paralelas é a Linha do Equador por sua centralidade e cortar o globo na metade.

Para ajudar a medir essas linhas elas também são divididas em graus. A partir do marco zero as linhas são traçadas a cada 30° (trinta graus). Elas vão de 0° (zero grau) a 90° (noventa graus), positivos ou negativos.

Para facilitar o entendimento e contagem, as linhas que ficam no hemisfério sul, são contadas de forma negativa, ou seja 0°, -30°, -60°, -90°. Já as linhas acima do hemisfério são positivas, 0°, 30°, 60°, 90°.

Esses traços horizontais dividem a Terra em hemisfério sul e hemisfério norte. E acabam formando círculos concêntricos. Esses círculos tem maior tamanho próximo ao eixo central e menor na extremidades.

Os hemisférios também podem ser chamados por outros nomes. O Hemisfério sul pode ter o nome de Meridional e Austral. Já o norte encontramos com a variação de nome por Setentrional ou Boreal.

Existem mais quatro linhas latitudinais importantes para serem levadas em conta. Os polos e os trópicos, e eles determinam alguns dos climas existentes no mundo.

O Trópico de Capricórnio e o Trópico de Câncer, são marcações que ficam exatamente a 23°27’ da Linha do Equador, tanto no hemisfério sul ou norte. Capricórnio a sul e Câncer a norte.

Essas marcas servem para denominar a linha de solstícios (verão e inverno) e equinócios (primavera e outono). Que variam de acordo com a rotação da Terra, e alteram as estações do planeta de acordo com a sua posição.

Temos também mais duas riscas importantes, elas ficam nas extremidades do planeta.  São conhecidas por O Círculo Polar Ártico e o Círculo Polar Antártico.

O Círculo Polar Ártico fica no extremo norte do planeta, próximo ao polo norte. Contanto o Círculo Polar Antártico fica na extremidade oposta, sendo localizado no polo sul.

Vale levar em conta, que os trópicos e os polos ficam exatamente no mesmo lugar, porem em hemisférios diferentes, por exemplo o Trópico de Câncer fica na latitude 23° 27’ N (norte), já o de Capricórnio 23° 27’S (sul).

Os polos da mesma forma, a latitude do Círculo Polar Ártico é 66° 33’ N (norte) e o Círculo Polar Antártico 66° 33’ S (sul).

A principal marcação vertical, a Linha do Equador, ao cortar o planeta passa ao todo por quarto continentes e treze países. Os continentes são: América, Oceania, Ásia e África.

A linha tem no total 40.000 km de extensão, juntamente com o raio de 6.371 km.

Coordenadas geográficas através dos Paralelos e Meridianos  

Os paralelos e meridianos são a base para a localização através de coordenadas, usando a latitude e a longitude para poder se orientar. É um método de mapear toda a Terra.

Com elas podemos saber o local exato que uma pessoa se encontra por toda a superfície terrestre.

Como já dito durante o texto os paralelos e meridianos correspondem a latitude e a longitude. Para facilitar vamos entender que “Lat.” e “Long.” são respectivamente latitude e longitude.

Então caso você esteja na cidade de Belo Horizonte – MG, Brasil, vai encontrar essas coordenadas: Lat:19° 55’ 15’’ S / Long.: 43° 56’ 16’’ O. Porém se você estiver em Budapeste na Hungria, terá: Lat.: 47° 29’ 52’’ N / Long.: 19° 2’ 23’’ L.

O que informa as localizações é um sistema criado, que se chama GPS, ele vê exatamente onde você está e da os graus, minutos e segundos exatos tanto dos graus Paralelos e Meridianos.

 

 


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário