Início » Ciência » Senso comum e senso crítico: qual a diferença?

Senso comum e senso crítico: qual a diferença?

Compartilhe!

É muito importante entender a diferença entre senso comum e senso crítico, pelo fato de que a palavra senso tem como significado a prudência, a sabedoria para distinguir o que é certo do errado, ou tendência em julgar, avaliar. Agora, a distinção entre o senso crítico e o senso comum será discutido de modo mais aprofundado logo abaixo:

Senso Crítico

O senso crítico tem como significado a capacidade de questionar e analisar de forma racional e inteligente. Por meio deste senso crítico, o homem aprenderá a buscar a verdade nos questionamentos e na reflexão sobre determinado assunto.

A etimologia da palavra crítica vem de kritikos, a qual tem como sua definição: a capacidade de fazer julgamentos, enquanto no sentido filosófico o senso crítico prende-se a uma definição de que a consciência e a reflexão do mundo crítico.

A consciência no papel social de cada indivíduo promove a capacidade de pensar sobre as verdades que são impostas em uma sociedade dominante, dessa maneira, alguém que possui senso crítico aguçado não irá aceitar as imposições feitas pela classe dominante, impondo uma tradição, ou dogma ou até mesmo um simples comportamento.

Senso Comum

O senso comum é o modo de pensar da maioria da população, as quais são noções comumente vivida e aceitada pelos indivíduos. O importante significado que este possui é de que o conhecimento adquirido pelo homem parte de experiências, vivências e observações em seu redor.

O senso comum se caracteriza pelo conhecimento ser empírico, ou seja, quando este é vivenciado, visto e assim passado de geração para geração. Geralmente é definido por um saber que se baseia em métodos ou conclusões científicas, e sim no modo comum e espontâneo de assimilar informações e conhecimentos úteis no cotidiano.

O senso comum pode ser dado como algo que é dado de herança cultural e possui a função de orientar a sobrevivência humana em variados aspectos e por meio dele uma criança pode aprender o que é perigoso, o que se pode comer ou o que não se pode comer, o que é justo ou injusto, o bem e o mal, entre outras normas que permeiam a vida de uma pessoa, direcionando-a em seus modos de agir, pensar, em suas atitudes e decisões.

Alguns exemplos que fazem parte do senso comum por exemplo é não ingerir leite e manga ao mesmo tempo, pois poderá morrer, ou até mesmo cortar o cabelo em lua crescente para que assim o cabelo nasça mais rápido.

Senso Comum e Senso Crítico

Enquanto o senso comum está associado ao conhecimento irrefletido, apenas vivenciado, o senso crítico é baseado na crítica, na reflexão, na pesquisa e no pensamento, onde as informações são analisadas com inteligência para se tentar chegar a uma conclusão que possuam comprovações para torna-la verídica.

Senso comum e ciência

A ligação entre senso comum e a ciência, em alguns momentos, é de interessante estudo, pois alguns comportamentos ou acontecimento ditos pelo senso comum estão certos comprovados pela ciência. Mas existem inúmeras diferenças entre os dois como: o senso comum é um tipo de conhecimento assistemático, ou seja, ele não possui nenhuma organização para se comprovar, muito menos uma investigação de estudos que façam esta comprovação para assim concluir de fato o que foi dito.

Já a ciência é tida como conhecimento sistemático, pois esta segue um conjunto de teorias, estudos e observações para que assim sejam comprovadas, sendo coerentes com a hipótese levantada por algum observador. E a base para toda ciência existente hoje no mundo advém do grande conhecimento científico, pois todas as preposições levantadas por este foram ou não comprovadas através da experimentação.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário