Início » Português » Sinônimos e antônimos: o que são e para que servem?

Sinônimos e antônimos: o que são e para que servem?

Compartilhe!

Desde pequenos estudamos português na escola. Ainda assim, existem dúvidas que nos acompanham durante toda a vida – e que muitas vezes temos receio de perguntar. Mas se o seu problema é com os sinônimos e antônimos, vamos esclarecer agora!

Entender sinônimos e antônimos não é nenhuma missão impossível. Na verdade, esse talvez seja um dos assuntos menos complexos da língua. Por isso vamos explicar detalhadamente, e ajudaremos você a compreender de uma vez o que significam.

Prepare o seu bloco de anotações, e descubra para que servem os sinônimos e antônimos, e qual é a função deles dentro do nosso idioma, que é considerado um dos mais complexos do mundo.

Desconstruindo sinônimos e antônimos: eles são mais simples do que você imagina!

Se você é do tipo que até transpira quando pensa em ser submetido a uma prova de português, não se apavore: você não está sozinho. Milhares de pessoas alimentam dúvidas a respeito do idioma, e não conseguem saná-las.

Mas hoje temos como missão te ajudar a entender um assunto muito corriqueiro nas aulas de português: sinônimos e antônimos. Afinal de contas, o que eles significam?

Tanto um quanto o outro serve para designar palavras – sejam elas substantivos, adjetivos, verbos, complementos, etc. – como semelhantes ou contrárias. Entenda melhor como eles funcionam:

  • O que são os sinônimos?

Os sinônimos são palavras que se assemelham em seu significado. Elas podem ter uma construção e uma fonética completamente diferente, mas possuem o mesmo sentido – ou um sentido muito semelhante. Veja alguns exemplos:

  • Morrer – Falecer;
  • Rápido – ligeiro;
  • Continuar – prosseguir;
  • Distante – longe;
  • Contemplar – admirar;
  • Carro – automóvel;
  • Cão – cachorro;
  • Entre outros.

Todas essas possuem o mesmo significado que o seu par. Mas, quando você pesquisa sobre sinônimos e antônimos, logo descobre que eles possuem algumas classificações.

No caso dos sinônimos, existem duas classificações que ajudam a entende-los um pouco mais: sinônimos perfeitos e sinônimos imperfeitos.

  1. Sinônimos perfeitos:

Os sinônimos perfeitos referem-se aquelas palavras que, ainda que sejam diferentes, compartilham de um significado idêntico. Exemplos:

  • Idioma – língua;
  • Gostoso – saboroso;
  • Esquentar – aquecer;
  • Bradar – gritar;
  1. Sinônimos imperfeitos:

Já os sinônimos imperfeitos são aqueles que as palavras são diferentes, e compartilham um significado muito parecido, mas não identifico. Exemplos:

  • Trabalho – emprego;
  • Felicidade – alegria;
  • Paixão – amor;
  • Receio – medo.

Essas palavras até podem ser usadas como substitutas umas das outras, mas de modo mais profundo, podemos dizer que elas não são idênticas em seus significados.

Compreendendo os antônimos: afinal, o que eles significam?

Agora que você já entendeu o que são os sinônimos, e descobriu que eles podem ser classificados entre os perfeitos e os imperfeitos, vamos para outro assunto essencial: os antônimos.

Quando falamos de sinônimos e antônimos eles quase sempre aparecem juntos. Mas os dois são bem diferentes. Enquanto os sinônimos dizem respeito às palavras que se assemelham em seus significados, os antônimos são as palavras contrárias.

  • Quente – Frio;
  • Bonito – Feio;
  • Triste – Feliz;
  • Pegar – largar;
  • Acolher – abandonar;
  • Vida – Morte;
  • Bem – Mal
  • Limpo – Sujo, entre outros.

Sempre que você pensar em uma palavra, e conseguir pensar em outra proporcionalmente contrária, significa que você pensou e um antônimo. Inclusive podemos dizer que Sinônimos e antônimos são antônimos entre si, já que são completamente diferentes.

Quando usar sinônimos e quando usar antônimos?

Um dos grandes problemas da fixação de regras e informações obre língua portuguesa é que geralmente não conseguimos enxergar como será aplicada determinada informação.

Por exemplo, talvez você mesmo esteja se perguntando agora: mas para que serve conhecer os sinônimos e os antônimos?

Na verdade, ambos são muito utilizados nas mais variadas situações, e podem ser aplicados amplamente na língua portuguesa, seja ela falada ou escrita.

  • Os sinônimos no texto:

Os sinônimos são essenciais para quem produz textos. Eles ajudam você a evitar as repetições, que podem comprometer a qualidade de seu trabalho. Por isso é importante conhecer alguns, e pesquisar variações para conseguir tornar o texto mais dinâmico.

Um texto repetitivo se torna cansativo e pobre. Com isso, você pode perder a sua audiência, fazendo com que o leitor rapidamente desista da leitura.

Além disso, existe uma outra questão importantíssima: adequação ao seu público. Ainda que os sinônimos possuam sentidos parecidos, algumas palavras soam mais rebuscadas do que outras.

Com isso, é possível usar palavras mais adequadas para o seu público, sem comprometer a qualidade da informação passada. Quando mais você conhece os sinônimos e antônimos, mais consegue aplicar corretamente cada um.

  • Os antônimos no texto:

Já os antônimos são fundamentais para quem quer gerar uma sensação de contraponto, e colocar duas palavras opostas no mesmo texto. É importante conhece-los para saber como contrariar uma palavra com o seu antônimo correto. Eles conseguem gerar um importante contraste de ideias, que podem ser essenciais para manter a atenção de seu leitor.

Cuidado com os homônimos e parônimos na hora de criar a sua redação

Na hora de criar a sua redação, demonstrar conhecimento sobre sinônimos e antônimos é uma forma de enriquecer o texto, e provar domínio pela língua portuguesa.

Mas tenha cuidado para não cair nas pegadinhas do idioma. Existem as palavras chamadas “homônimas e parônimas, que são palavras com grafia ou sonoridade muito parecida, mas que diferem completamente em seu sentido. Como exemplo, podemos citar:

  • Ascendere acender;
  • Sessãoe seção;
  • Comprimentoe cumprimento;
  • Consertoe concerto.

São palavras muito parecidas, mas que devem ser aplicadas em situações diferentes, pois o sentido não é nem mesmo parecido. Por isso, tenha muito cuidado na hora de tentar empregar sinônimos e antônimos, e tenha certeza do que está usando.

No mais, aproveite mais esse artefato da língua portuguesa para conseguir tornar o seu vocabulário ainda mais bonito e proveitoso.

Sinônimos a antônimos também podem ser assuntos corriqueiros nas provas e exames do país. Sendo assim, preocupe-se em dominar esse assunto caso você esteja se preparando para algum exame.

Conhecer sobre sinônimos e antônimos pode ser definitivo para a sua aprovação em algo que você quer muito. E ao se familiarizar um pouco, você vai logo perceber que não é tão difícil quanto parece.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário