Início » Biologia » Entenda como funciona o sistema linfático, e a sua importância para o corpo humano!

Entenda como funciona o sistema linfático, e a sua importância para o corpo humano!

Compartilhe!

O corpo humano é composto por vários mecanismos que precisam atuar em harmonia para o seu funcionamento. E dentre eles, o sistema linfático cumpre com um papel importantíssimo!

Esse é o sistema responsável por atuar eliminando as impurezas do corpo. Então, ele está diretamente relacionado ao combate de infecções, eliminação de bactérias, vírus e muitas outras coisas que podem fazer mal para o ser humano.

Para isso, ele atuará ao lado de um fiel escudeiro: o sistema imunológico. Juntos, os dois trabalham para que o corpo seja mais resistente, livrando o ser humano de diferentes doenças.

Mas para entender melhor como funciona o sistema linfático, vamos explicar como ele atua, qual é a sua atividade principal, e porque ele é tão importante para a saúde e a vida de uma pessoa.

Sistema linfático: como ele atua no seu corpo?

Para funcionar perfeitamente, o corpo precisa de um serviço eficiente de defesa contra bactérias, vírus e etc. E o sistema linfático é um dos responsáveis por isso.

Um de seus papeis é ajudar na produção das células de defesa do organismo. Depois que elas nascem, ele também tem que trabalhar no amadurecimento das mesmas.

Outra coisa importante que ele faz é drenar o líquido do corpo, chamado de linfa. Esse líquido circula pelos vasos linfáticos, transportando os glóbulos brancos. É um líquido orgânico composto de proteínas e lipídios e que tem origem no sangue.

Vamos entender passo a passo como funciona cada parte do sistema linfático, para que fique claro o seu funcionamento no organismo.

Composição do sistema linfático: conheça cada elemento

O sistema linfático é extremamente complexo e delicado. Ele é composto por células, vasos, tecidos e órgãos, e cada um deles é responsável por desempenhar um papel importantíssimo.

  • Linfa:

Esse é o líquido que é efetivamente carregado pelo sistema linfático. Esse líquido tem como função carregar os nutrientes para as células, fazendo com que elas se fortaleçam.

Quando captado pelo sistema linfático, ele faz um caminho de retorno ao coração, e é novamente liberado para a corrente sanguínea.

  • Capilares e vasos linfáticos:

Os capilares são vasos extremamente finos, que captam o líquido e o carregam até o coração. Nesse processo eles crescem, e ganham seus ductos. Ao captarem a linfa, eles também impedem o excesso de líquido, e portanto, o inchaço do corpo.

  • Órgãos do sistema linfático:
  • Muitos órgãos estão envolvidos durante todo esse processo. Eles estão espalhados por todo o trajeto linfático. Veja quais são os principais:
  • Medula óssea: ela está localizada dentro da estrutura óssea, e é responsável por fabricar células que ajudam a compor a circulação do corpo e também células essenciais para o sistema linfático.
  • Linfonodos: os linfonodos estão localizados pelos vasos linfáticos. O seu papel é filtrar a linfa, eliminando as impurezas e bactérias. Eles também são responsáveis por agir contra diferentes tipos de infecções.
  • Baço: uma de suas principais funções é filtrar o sangue para que ele circule limpo pelo corpo. Ele elimina, além dos micro-organismos indesejados, também as células que estão muito velhas.

Esses são apenas alguns dos órgãos do sistema linfático. Mas é importante entender que existem alguns outros que também são cruciais para o funcionamento do corpo, como as amígdalas e adenoides.

Quais são as doenças mais comuns no sistema linfático?

É claro que, sendo tão complexo e envolvendo tantos elementos e órgãos, o sistema linfático está muito propício ao desenvolvimento de doenças variadas.  Vamos listar algumas das mais comuns.

  • Malformação do sistema linfático: essa má formação pode ser decorrente de diferentes problemas, principalmente de origem genética.
  • Filariose (elefantíase): uma doença que é causada por parasitas, que são transmitidos por picadas de mosquitos. A sua principal característica é o inchaço excessivo de alguns membros, graças a obstrução dos vasos linfonodos.
  • Problemas na circulação linfática: uma pancada, ou mesmo tratamentos agressivos – como a quimioterapia – podem causar lesões na circulação linfática. Isso ocasiona uma deficiência na filtragem e drenagem da linfa.
  • Câncer: o câncer pode atingir diferentes órgãos do sistema linfático. Muitas vezes os linfonodos precisam ser removidos como solução contra a doença, enfraquecendo esse sistema.

Quase todas as doenças relacionadas ao sistema linfático têm como efeito um grande inchaço no corpo, pois comprometem diretamente a liberação o líquido linfa, além dos líquidos acumulados nos tecidos.

 

Os benefícios da drenagem linfática para o corpo

Um dos tratamentos mais populares dos dias atuais é a tal drenagem linfática. Ela consiste em uma massagem feita com movimentos específicos, que tem como finalidade estimular o sistema linfático.

É um procedimento muito útil para quem apresenta inchaços no corpo ou no rosto. E o resultado pode ser sentido logo na primeira sessão do tratamento. Mas para obter esses resultados, é importante que a massagem seja feita por um profissional.

Existem muitas clínicas que realizam isso. A massagem do sistema linfático é realizada em clínicas de estética. A maioria das pessoas realiza o procedimento apenas com intenção de diminuir medidas.

O que nem todo mundo sabe é que esse mesmo procedimento pode fazer muito bem ao funcionamento do corpo, melhorando o sistema linfático de modo geral, e facilitando o seu funcionamento.

Um dos principais detalhes é que ela precisa ser feita de forma muito suave, a fim de evitar o rompimento dos vasos linfáticos – que como já dissemos, são muito finos e sensíveis.

Conheça algumas dicas para estimular o sistema linfático

Agora que você já sabe sobre como funciona o sistema linfático, e até mesmo a sua importância para o corpo, vamos apresentar algumas dicas para que você estimule esse sistema ao funcionamento.

A primeira delas é que você deve se hidratar de forma adequada. Beba muita água, e evite refrigerantes e bebidas ricas em sódio. Você pode espremer um limão para aumentar a absorção dos nutrientes pelas células.

Praticar atividades físicas e ingerir frutas e verduras também é uma maneira de manter o sistema linfático em funcionamento.

O sistema linfático juntamente com o sistema imunológico, é muito importante para a proteção de seu corpo. Diante de qualquer problema, busque ajuda de um médico.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário