Início » Biologia » Sistema Muscular: resumo e tipos de músculos

Sistema Muscular: resumo e tipos de músculos

Compartilhe!

Mesmo que a maioria das pessoas imediatamente associe a ideia de um sistema muscular à força, essa estrutura faz muito mais do que permitir que as pessoas levantem coisas. Há um total de cerca de 650 músculos no corpo humanos que, além de controlar o movimento, auxiliam na manutenção da postura, da circulação sanguínea e de diversos outros sistemas internos do corpo.

Desde movimentos amplos, como a atividade das pernas e dos braços, até movimentos sutis, como o dos olhos e da respiração, o sistema muscular é parte essencial de nossa sobrevivência.

Saiba mais sobre sua composição, funcionamento e principais características:

Os três tipos de músculos

O sistema muscular pode ser dividido em três tipos de músculos: os esqueléticos, os lisos e os cardíacos.

O músculos esqueléticos são os únicos que podem ser considerados voluntários. Isso significa que são as fibras muscles-1999721_960_720responsáveis pelos movimentos que realizamos de forma consciente (como mexer a mão, por exemplo).

A maior parte destes músculos é ligada a dois ossos através de uma junta, para que o músculo consiga aproximar ou afastar estes ossos, gerando o movimento desejado em relação à região. Seu bíceps, sua panturrilha e qualquer outro músculo que você consegue conscientemente ordenar para que movimente-se são exemplos de músculos esqueléticos.

Os músculos lisos, ou viscerais, são encontrados dentro dos órgãos, como o estômago, os intestinos e, até mesmo, em vasos sanguíneos. Recebem este nome pois, diferentemente dos outros componentes do sistema muscular, eles não apresentam a aparência fibrosa e forte que geralmente associamos aos músculos.

Eles podem ser considerados os músculos fisicamente menos fortes, pois precisam apenas de capacidade para contraírem-se de forma a mover substâncias pelos órgãos. Além disso, fazem parte do sistema muscular que é controlado de maneira inconsciente, independendo de nossa vontade ou ordem. Por isso, entra no grupo dos chamados músculos involuntários.

Os músculos cardíacos, por sua vez, são um segundo tipo de musculatura involuntária, e são encontrados apenas no coração. Eles são responsáveis pelo bombeamento de sangue pelo corpo. Os músculos cardíacos são capazes de contrair e emitir sinal a outras células do mesmo tipo para que também contraiam.

Assim, elas involuntariamente controlam a circulação sanguínea com estímulo próprio. Isso significa que além da fibra ser diferente dos músculos lisos, os músculos cardíacos diferenciam-se por não dependerem de ordens do sistema nervoso para funcionarem corretamente.

Formatos dos músculos

No sistema muscular, é importante a classificação dos músculos para além do tipo de fibra que os forma. Eles são classificados por tamanho, forma e direção, pois essas características são absolutamente importantes para a composição e o funcionamento do corpo humano.

O tamanho, por exemplo, pode ser utilizado para diferenciar os músculos de uma mesma região e suas função. Na região dos glúteos, por exemplos, há três músculos de tamanhos diferentes, cada um especializado em um movimento específico.

O mesmo pode ser dito da direção da fibra e de sua forma geral, que definem exatamente qual a sua influência sobre o movimento. Um músculo de tamanho correto na direção errada em associação a uma junta levaria à realização de movimentos inversos ao que se espera naquela parte do corpo.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário