Início » Biologia » Sistema Nervoso: composição e funcionamento

Sistema Nervoso: composição e funcionamento

Compartilhe!

O sistema nervoso é uma rede complexa de nervos e células que carregam mensagens entre diversas terminações, o cérebro e a espinha dorsal. O sistema nervoso é composto pelo que se considera dois níveis de sistema: o central e o periférico. O central é composto pelo cérebro e pela espinha dorsal, enquanto o periférico é formado por, ainda, outras duas estruturas, a somática e a autônoma.

brain-1787622_960_720

Entenda como funciona o sistema nervoso em cada uma destas divisões, e quais suas principais características:

O sistema nervoso central – SNC

O SNC é dividido em duas partes maiores: o cérebro e a coluna vertebral.

O cérebro fica dentro do crânio, e é composto por quatro partes principais: a massa do cérebro, o tronco cerebral, o diencéfalo e o cerebelo. Em média, um cérebro pesa pouco mais de 1,3 kg, e é composto por matéria cinza e branca, que dividem-se em funcionalidades de recebimento e transporte dos impulsos nervosos.

A medula espinhal é uma estrutura em forma de tubo que inicia-se no cérebro e é composta por uma série de 31 segmentos. Um par de nervos sai de cada um destes segmentos. Em média, a medula espinhal possui entre 43 e 45 centímetros de comprimento em pessoas adultas, e é posicionada dentro da coluna vertebral.

Há, ainda, outras partes do sistema nervoso central, como as membranas que cobrem o cérebro e a medula, chamadas de meninges. São três camadas de membrana que protegem o SNC agindo como uma barreira contra bactérias e outros micro-organismos.

Os neurônios, por sua vez, são as células nervosas, compostas pelo corpo celular, os dendritos e os axônios. Essas partes, somadas, coordenam o esforço recebimento e transmissão de estímulos necessários para a percepção e interpretação do que ocorre no ambiente.

O sistema nervoso periférico – SNP

O sistema nervoso periférico é composto de duas estruturas maiores: os sistemas nervosos somático e autônomo.

O sistema nervoso somático é aquele que consiste em diversos nervos periféricos que adquirem informações ou sensações de órgãos e partes do corpo distantes do cérebro, carregando essas informações para o SNC, onde serão interpretadas.

Ele também é responsável pelas fibras nervosas motoras, que transportam as ordens do cérebro para a ação necessária dos músculos esqueléticos. Um exemplo dessa função pode ser dado quando alguém encosta em um objeto muito quente. Os nervos sensoriais carregam a informação sobre a temperatura no cérebro, que – através destas fibras nervosas – ordena a retirada da parte do corpo em contato com o objeto imediatamente.

Já o sistema nervoso autônomo consiste em basicamente três partes: o sistema nervoso simpático, parassimpático e entérico. Essas estruturas são responsáveis pelo controle dos órgãos internos do corpo, sobre os quais os seres humanos não possuem controle consciente. Isso inclui batidas cardíacas, digestão, respiração enquanto dormimos e etc.

Os nervos componentes do sistema nervoso autônomo geram impulsos que levam os tecidos dos órgãos funcionarem, assim como as glândulas a produzirem enzimas, sem que tenhamos consciência ou controle sobre isso. O sistema entérico é a parte deste sistema autônomo especializado na atuação autônoma sobre o trato gastro-intestinal.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário