Início » Ciência » Termologia: definição e conceitos

Termologia: definição e conceitos

Compartilhe!

Entre os conteúdos da física, a termologia é o ramo destino ao estudo dos fenômenos térmicos. Por fenômenos térmicos, entende-se a troca de calor e os diversos efeitos dele e da temperatura sobre a matéria.

Temperatura, calor, energia térmica e dilatação são alguns dos exemplos mais tratados neste ramo da física. A termologia costuma ser um assunto bastante cobrado em provas e vestibulares, em função de seu alto impacto no processo de compreensão da matéria físcia no planeta.

Saiba mais sobre seus principais conceitos, escalas, usos e significados:

Temperatura

Temperatura é um conceito absolutamente fundamental na termologia, por motivos óbvios. É a temperatura que determina a intensidade do aquecimento de um corpo em um certo instante, no entendimento popular.

No entendimento da termologia, no entanto, a explicação é um pouco distinta. Quanto mais aquecido está um determinado material, maior é a intensidade de vibração de suas partículas. Essa agitação reflete-se em uma maior temperatura.

Calor

O calor não representa o mesmo que a temperatura, em termologia. A temperatura é a nível de agitação das partículas de um material, enquanto o calor é a mensuração de energia térmica transferida de um material com temperatura mais elevada para outro, com temperatura menos elevada. Ele é, portanto, sempre uma variação de energia. O calor só pode existir em comparação a algum outro parâmetro.

Calorimetria

Calorimetria é uma medida utilizada pelo sistema internacional. Trata-se da quantidade de energia térmica necessária para que 1 grama de água seja elevado em um grau Celsius.

Mudanças de fase

Outra preocupação da termologia é a mudança de fases de uma certa matéria. Ela pode ser sólida, líquida ou gasosa, e essas mudanças são definidas especificamente pela sua temperatura.

Principais escalas termométricas

Em toda a termologia, existe uma infinidade de escalar termométricas. Há, no entanto, três formas de mensuração especialmente utilizadas. Uma escala termométrica é, na prática, a escala utilizada para determinar a temperatura de um corpo ou de um ambiente.

Em nosso cotidiano, é comum que utilizemos com muito mais frequência a escala Celsius. A escala Celsius define como a temperatura zero a temperatura necessária para a solidificação ou fusão da água em pressão ao nível do mar. Ao mesmo tempo, define em 100 a temperatura necessária para a transição entre condensação e vaporização da água no mesmo nível de pressão. Baseando-se nesta escala, determina aritmeticamente todas as outras temperaturas de forma proporcional.

A escala Fahrenheit é um pouco mais complexa, e é utilizada especialmente em países de tradição britânica, incluindo os EUA. Suas proporções não são diretas, e o cálculo de conversão é um pouco mais complicado. Em Fahrenheit, as temperaturas equivalentes ao zero e ao cem da escala Celsius são, respectivamente 32ºF e 212ºF, e seus intermediários variam sem uma definição aritmética.

Já a escala Kelvin, utilizada especialmente na química e na física para certos fins específicos, baseia-se no ponto de partida do chamado “zero absoluto”.  Zero absoluto é o limite de falta de calor no qual todas as partículas de um certo material paralisam completamente sua agitação.

Em escala Celsius, o zero absoluto é atingido na temperatura – 273. O cálculo teórico desta temperatura foi feito por um físico chamado Lord Kelvin, que criou a nova escala. Seu pensamento foi razoavelmente lógico: se o zero absoluto é -273 ºC, é essa temperatura que deveria ser chamada de zero, e nenhuma temperatura, neste escala, poderia ser negativa. É exatamente este o resultado da escala. Ela é proporcionalmente idêntica à escala Celsius, mas sempre corresponde a 273 graus acima, pois inicia-se no zero absoluto e não possui números negativos.

Desta forma, o zero na escala Celsius corresponde aos 273 graus Kelvin, enquanto os cem graus Celsius corresponde a 373 Kelvin. Essa é a medida utilizada no Sistema Internacional de Unidades para mensurações oficiais.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário