Início » Redação » Texto dissertativo: Dicas para não fugir do tema

Texto dissertativo: Dicas para não fugir do tema

Compartilhe!

Texto dissertativo

O texto dissertativo (ou, na nomenclatura de alguns processos, dissertativo-argumentativo) é aquele que exige o desenvolvimento de um raciocínio a respeito de algum assunto. Em resumo, ele exige que o autor trate de um tema com o objetivo de argumentar a favor de um ponto de vista.

O texto dissertativo é o mais popular entre os gêneros textuais exigidos em concursos, vestibulares e ENEM. Nele, o que vale é a construção de um pensamento a respeito de um tema específico, utilizando-se de certos elementos estruturais básicos para a composição.

Em geral, é escrito em forma objetiva, raramente envolvendo a singularidade do escritor (a menos que seja solicitado no enunciado). Saiba qual é a estrutura de um bom texto dissertativo, e quais são os principais elementos que devem ser utilizados nele:

Partes de um texto dissertativo

Um texto dissetartivo costuma contar com uma estrutura bastante específica de elementos –  especialmente em vestibulares e concursos. Sua estrutura é aquela que você já deve ter ouvido na escola: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Na introdução, deve constar a contextualização e a apresentação da argumentação que será utilizada no texto. Premissas assumidas pelo autor e dados de embasamento podem ser inseridos neste trecho.

No desenvolvimento, é onde os argumentos devem ser trabalhados, colocados à prova e consolidar o posicionamento do autor. É importante que o argumento seja, ao mesmo tempo, forte e bem estruturado, para que possa ser compreendido adequadamente pelo leitor.

A conclusão é o momento da consolidação do texto. Ela deve reunir os elementos apresentados e justificar os motivos pelos quais eles são coerentes. Se o posicionamento do autor ficou subentendido durante a argumentação, é este o momento de reforçá-lo.

Argumentação e seus tipos

A argumentação é o elemento central de elaboração de um texto dissertativo. Sem argumentos, o texto dissertativo é apenas uma divagação sem persuasão. O argumento deve ser convincente e coerente, e o texto deve fazer com que seus elementos reforcem a ideia apresentada.

Existem diversos tipos de argumentos que fortalecem uma boa dissertação. Um dos mais utilizados é o argumento de autoridade. Este argumento utiliza-se de um especialista no assunto tratado para estabelecer uma premissa ou reforçar uma ideia. Neste caso, a credibilidade de um especialista valida o argumento apresentado, tornando-o mais eficiente do que se fosse apresentado pelo autor leigo.

Há, ainda, o argumento empírico, que é aquele baseado em fatos, documentos ou elementos comprováveis em exemplos conhecidos do mundo físico. Em geral, ele exige um repertório que demonstre que tal observação é uma regra válida.

O argumento consensual é aquele que baseia-se em premissas popularmente aceitas por praticamente todas as pessoas. Trata-se de um argumento bastante arriscado, e exige que o autor conheça muito bem seu público e as nuances da temática abordada para que não incorra em uma afirmação genérica com poucas fundamentações.

O desenvolvimento de um argumento lógico, por sua vez, é aquele onde a veracidade da ideia comprova-se na própria argumentação. A comprovação, neste caso, não depende de fatos externos, basta que se estabeleçam premissas válidas e correlação entre elas. É como dizer, por exemplo que “se todo gato é um ser vivo e Mimi é um gato, Mimi certamente é um ser vivo”. Não é necessário, neste caso, atestar a vida de Mimi ou utilizar a afirmação de algum conhecido biólogo. Isso faz o texto bastante seguro por si só.

Dicas para fazer um bom texto dissertativo

Além de conhecer os elementos anteriores, existem algumas dicas para a escrita de um texto dissertativo argumentativo de qualidade.

Elabore os argumentos antes de escrever o texto

Para economizar tempo, é comum que as pessoas já iniciem o rascunho do texto logo após o enunciado. Isso não permite, no entanto, que você desenvolva as ideias por si só com a devida calma. Anote seus argumentos, selecione os principais e, só então, inicie o rascunho. Isso garantirá que você faça boas escolhas.

Preocupe-se em expressar os argumentos de forma clara

Pouco adianta utilizar o melhor argumento do mundo se o leitor não compreender o que você quer dizer. Tão importante quanto o argumento, é saber expressar a ideia de maneira eficiente. Preocupe-se com a maneira como você constrói as frases para que a clareza não seja prejudicada.

Não deixe que seu apego ao tema prejudique o texto

Muitas vezes, o texto dissertativo trata de temas que importam para o autor. É importante ter em mente que isso não pode afetar a qualidade do texto e da argumentação. Muitas pessoas tratam com paixão temas aos quais tem apego, utilizando argumentos pouco convincentes, ou achando que suas premissas são consensuais quando não são. Faça a distinção entre o que convence você e o que é necessário para convencer o leitor.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *