Início » Religião » Hinduísmo: princípios, deuses e características

Hinduísmo: princípios, deuses e características

Compartilhe!

O hinduísmo é uma das religiões que desperta a curiosidade de pessoas em todas as partes do mundo. Com características diferentes de outras religiões com grande presença no ocidente, como o catolicismo, o hinduísmo é uma das maiores religiões do mundo.

Conheça mais sobre essa religião ainda conhecida por poucos aqui no Brasil, mas que desperta o interesse de milhões de pessoas em todas as partes do mundo.

O que é o hinduísmo?

O hinduísmo é a religião oficial da Índia e também a terceira maior religião de todo o mundo, atrás apenas do cristianismo e do islamismo.

Cerca de 1 bilhão de fiéis seguem suas tradições, muito mais complexas do que o que se conhece aqui no ocidente.

De origem persa, a palavra Hindu é utilizada para denominar o rio Indo, além de servir também como referência aos povos que habitavam o subcontinente indiano.

O hinduísmo é uma religião que possui uma organização bastante complexa quando comparada ao cristianismo, por exemplo.

Uma das características mais marcantes do hinduísmo é a ausência de um único criador, como acontece no islamismo, que tem em Alláh o seu fundador. Isso permite que cada indivíduo possa encontrar o próprio caminho para a salvação.

Hinduísmo

Essa liberdade torna possível a existência e culto a milhares (ou milhões) de divindades em cada região da Índia, que fazem parte do dia a dia de todos os indianos.

Outra característica marcante, e bastante diferente das religiões ocidentais, é a forma como os cultos a essas divindades são realizados.

Enquanto no ocidente os cultos religiosos são realizados em grandes templos, muitos deles com muitos detalhes em ouro e obras de arte presentes em suas dependências, no hinduísmo os cultos são realizados nos lares das pessoas.

Os templos hindus existem, mas na grande parte dos lares indianos existem altares para as divindades favoritas de cada família.

Rituais do hinduísmo

Os rituais hindus normalmente incluem a oferendas aos deuses, que são cultuados através de imagens presentes nos altares montados nos lares da população. Esses rituais também incluem as chamadas “cantorias”, onde são entoados mantras, meditações e recitações de textos religiosos.

Os rituais mais conhecidos do hinduísmo são:

  • O Shraadh é um ritual onde se oferece um banquete como forma de reverenciar os mortos;
  • O Annaprashan marca a ingestão do primeiro alimento;
  • O Upanayanam marca o início da educação formal para crianças das castas mais elevadas.

Hinduísmo

A morte e o hinduísmo

O hinduísmo possui uma relação com a morte que se difere bastante da forma com que os ocidentais lidam com o falecimento de seus entes queridos. No hinduísmo há uma forte crença na reencarnação, vista como um ciclo contínuo de renascimento a que todos são submetidos.

Esse ciclo só se encerra quando os espíritos alcançam um grau de desprendimento e autoconhecimento (conhecido como Nirvana) que só pode ser alcançado por espíritos mais evoluídos, que chegam a esse grau de elevação e não precisam mais reencarnar.

Deuses

O hinduísmo abriga uma variedade gigantesca de deuses, o que torna praticamente mencionar todos. Mas existem alguns deuses hindus bastante conhecidos inclusive em países como os Estados Unidos e o Brasil.

Os deuses mais conhecidos do hinduísmo são:

  • Shiva: conhecido como deus da destruição e da transformação;
  • Brahma: deus da criação;
  • Surya: deus do Sol;
  • Yama: deus da morte;
  • Vixnu: deus que zela pela manutenção do universo;
  • Ganesha: deus que traz soluções para os desafios e obstáculos.

O animal sagrado dos hindus

Você já deve ter visto em filmes e reportagens cenas onde o trânsito caótico das grandes cidades da Índia é habitado por centenas de carros e muitas vacas.

As vacas são consideradas sagradas dentro do hinduísmo e por isso podem circular livremente por qualquer lugar. Esse animal ganhou status de sagrado por ser considerado pelos hindus como o veículo ou a montaria sagrada do deus Shiva, o mais popular do país.

Hinduismo no Brasil

No Brasil, o hinduísmo ainda é uma religião pouco conhecida e por isso o número de brasileiros que seguem os rituais da religião indiana é bem pequeno, restrito principalmente a pequenas cidades espalhadas pelo interior do país.

Entre essas cidades estão:

  • Lindolfo Collor (RS);
  • Xambrê (PR);
  • Nazário (GO);
  • Itapina (ES);
  • São Lourenço da Serra (SP).

Gandhi

Um dos rostos mais conhecidos de todo o mundo sem dúvida é o do Mahatma Gandhi.

Maohandas Karamchand Gandhi nasceu na cidade de Porbandar em outubro de 1869 e acabou se tornando um dos principais opositores ao governo do império britânico sobre a Índia.

Depois de se formar advogado em Londres, Gandhi acabou se tornando conhecido por suas lutas pelos direitos do povo indiano. Sempre adepto da não-violência, Gandhi foi preso diversas vezes pelo governo britânico por exigir a independência da Índia.

Durante os períodos em que esteve preso, seus longos períodos de jejum acabavam por assustar seus opressores, que temiam pela sua vida caso esses jejuns continuassem e assim acabavam por colocá-lo em liberdade.

Os jejuns eram bastante efetivos na resolução de conflitos, já que de um lado os hindus temiam causar sua morte durante um período de jejum, e do outro, como aconteceu com os muçulmanos em 1948, temiam a força das represálias caso Gandhi morresse.

Seu papel fundamental na luta pelos direitos do povo indiano e consequentemente na luta pela independência fizeram com que ele recebesse o título de mahatma.

Essa palavra, ao contrário do que muita gente imagina, não tem relação nenhuma com o nome de Gandhi. Trata-se de um termo originário do sânscrito que significa grande alma, ou grande espírito, seres humanos considerados extremamente evoluídos, beirando a perfeição.

Gandhi foi assassinado por outro hindu que não concordava com a sua política de não-violência em 1948, aos 79 anos.

Hinduísmo

Conclusão

O hinduísmo é uma religião repleta de simbolismos, misticismo e imagens que atraem pessoas curiosas de todas as partes do mundo.

Os rituais e crenças bem diferentes do que o que é conhecido no ocidente são os fatores que mais contribuem para que cada vez mais pessoas busquem conhecimento sobre essa religião.

A vida e obra de Gandhi, amplamente divulgados em todo o mundo, também contribuem para despertar esse interesse ocidental no hinduísmo.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário