Início » Português » Literatura » Obras literárias para vestibular 2017

Obras literárias para vestibular 2017

Compartilhe!

As obras literárias para vestibular podem variar de instituição pra instituição, em certos aspectos, mas é comum que boa parte delas repita-se entre elas. O motivo, é claro, é que as obras literárias para vestibular são aquelas com maior relevância histórica no contexto da literatura brasileira.

Em geral, essas obras retratam aspectos da sociedade brasileira em certos períodos, ou retratam uma perspectiva de vida baseada na própria visão nacional. Isso enriquece os livros e conto, e inclui uma importante carga que vai além dos aspecto estético das obras.

Em geral, estes textos são provenientes de alguns autores destacados na literatura brasileira. Por isso, é importante conhecer, além das obras, a contribuição do autor propriamente dito para a literatura nacional.

Confira os autores e obras literárias para vestibular durante 2017 e, provavelmente, para os próximos anos de processo seletivo em universidades:

Obra de José de Alencar

José de Alencar foi um dos principais autores do período romântico, idealizando o cenário brasileiro, seu povo e suas histórias. Foi capaz de incorporar elementos da cultura tipicamente brasileira, incluindo a própria linguagem e a vida presente por aqui. Entre suas principais obras, destacam-se Senhora, o Guarani e Iracema.

Obras de Machado de Assis

Machado de Assis é, para muitos, o maior autor da literatura brasileira – considerando um dos principais nomes da literatura global no contexto realista. Por isso, seus escritos são – em grande parte – obras literárias para vestibular, desde os contos até os livros completos.

Dom Casmurro, Memórias Póstumas de Brás Cubas e, não raras vezes, Quincas Borba, estão entre suas principais obras, quase que inevitavelmente cobradas nas provas.

Obras de Oswald de Andrade

Oswald de Andrade tem dupla importância entre as obras literárias para vestibular. A primeira delas é, obviamente, em seus textos, onde destacam-se o Manifesto Antropofágico e a obra Pau-Brasil. A segunda importância, diretamente direcionada ao Manifesto, é seu vanguardismo no movimento modernista brasileiro, que daria início a toda uma fase da literatura.

Obras de Guimarães Rosa

Destacado escritor do período modernista, o médico foi responsável por uma das grandes obras do período, chamada Grande Sertão Veredas. A obra contribuiu para dar espaço ao sertanejo e seus sofrimentos diários, retratando parte de uma população esquecida nos interiores do país.

Obras de Graciliano Ramos

Gracilianos Ramos, outro grande nome de modernismo brasileiro, foi um importante autor no processo de retratar os povos excluídos no contexto brasileiro. Sua principal obra é “Vidas Secas”, que fala sobre uma parte do povo marginalizado das mais diversas formas imagináveis.

Obras de Cecília Meireles

A autora também faz parte do panteão de escritores do modernismo brasileiro, preocupando-se em retratar outra parcela do povo marginalizado no país. Sua principal obra é “Romanceiro da Inconfidência”, que reflete parte do desenvolvimento do brasileiro como povo.

Carlos Drummond de Andrade

Carlos Drummond de Andrade é importantíssimo entre as obras literárias para vestibular, especialmente durante o Enem. No seu caso, a obra como um todo é mais importante que algum texto específico. O poeta tem uma enorme quantidade de obras que são analisadas frequentemente.

Luís Fernando Veríssimo

Assim como Carlos Drummond de Andrade, o autor mais contemporâneo é recorrentemente cobrado no Enem, embora seja difícil determinar que faça parte dos autores de obras literárias para vestibular, dado o fato de que ainda está em atividade, e não há um consolidação de suas obras.

O escritor é um talentoso cronista que trata de forma simples e irônica as circunstâncias mais comuns da sociedade, levando a reflexões que geralmente são utilizadas para exercícios de interpretação de texto, na prova.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário