Início » Português » Gramática » Ortografia » Palavras difíceis da Língua Portuguesa e seus significados

Palavras difíceis da Língua Portuguesa e seus significados

Compartilhe!

Alguma vez você já teve que falar palavras difíceis que nem mesmo conhecia para parecer mais culto em determinada situação? Quem nunca cometeu esse erro, que atire a primeira pedra! Digo um erro porque, em qualquer momento da vida, é preciso ter muito cuidado com o português falado por nós mesmos. Afinal, deixar sair da boca palavras que não sabemos o significado pode virar motivo de “chacota” por parte das pessoas que as compreendem ou, até mesmo, parecer um insulto a uma das gramáticas mais difíceis do mundo.

A Língua Portuguesa é a quinta mais falada do mundo e considerada uma das mais difíceis de aprender. Somente no Facebook, ela é a terceira mais usada, e é o idioma oficial em 10 países, incluindo o Brasil. No entanto, é muito comum perceber que poucos brasileiros dominam a sua fala e escrita, bem como têm pouco interesse em aprender a língua mãe quando comparada aos demais idiomas, como inglês e espanhol. É mesmo incrível!

Mesmo assim, muitas pessoas buscam no Google o termo “palavras difíceis”. Ninguém sabe ao certo qual é o real interesse da pesquisa, se é por pura vontade de obter mais conhecimento ou apenas para impressionar alguém, sendo culto em determinada situação. Independente do motivo, o fato é que nós reunimos aqui no VouPassar.Club algumas das palavras difíceis do nosso vocabulário, com os seus respectivos significados, para você poder conhecer e usá-las quando quiser se destacar em uma prova ou redação, por exemplo.

A princípio, uma palavra em português pode ser classificada como difícil por duas razões: a primeira está relacionada à sua pouca utilização, o que pode tornar o significado do vocábulo desconhecido para uma grande parcela da população. A segunda pode ser justificada pelo fato de a palavra exigir maior conhecimento gramatical para escrevê-la ou pronunciá-la.

No primeiro caso, podemos considerar por palavras difíceis pouco conhecidas àquelas de cunho específico, usadas em determinadas áreas e comum para alguns tipos de especialistas, seja dentro da Literatura Clássica, Medicina, Direito, Linguística, ou até mesmo aquelas de origem regional, usadas em expressões que não conhecemos. Alguns exemplos são as palavras broncodilatador, antologia, pistilo, hemoglobina, pragmática, estorno, arresto, entre outras.

Já no segundo caso, onde as palavras são consideradas difíceis por conta da exigência de um maior conhecimento em gramática, geralmente, são aquelas relacionadas às regras de acentuação, como a crase, ou à grafia correta dos vocábulos, como, por exemplo, “CH”, “Ç”, “S”, “SS”, “X”, “Z”, entre outros, como já ensinamos em outros posts aqui no blog.

Veja, a seguir, de forma resumida, um infográfico com as 100 palavras mais difíceis da Língua Portuguesa!

Palavras difíceis


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário