Início » Matemática » Usos da matemática em nossa vida

Usos da matemática em nossa vida

Compartilhe!

Os usos da matemática em nossas vidas, mesmo que não percebamos, acontece a cada momento. Das coisas mais simples às mais complexas, das mais rápidas às mais lentas, a matemática não precisa ser percebida para que seja diretamente utilizada.

Agora mesmo, enquanto você lê este artigo, seu computador ou smartphone faz cálculos e uso de matemática em velocidades inacreditáveis, simplesmente para que você possa manter essa página na tela, mover o texto para cima e para baixo e todas as outras funcionalidades.

Mas não é apenas nos dispositivos tecnológicos que os usos da matemática são percebidos. Na verdade, ela surgiu muito antes que se pudesse imaginar a eletrônica. A matemática simplesmente faz parte de nossas vidas, e é impossível rejeitar isso.

Vejo alguns dos inúmeros exemplos de onde os usos da matemática são essenciais e tornam-se parte de nosso cotidiano:

Utilizar o smartphone

Talvez você esteja lendo este artigo em seu celular, e nem perceba a quantidade de matemática envolvida em cada uma das operações que um smartphone é capaz de fazer. Fazer uma ligação, por exemplo, é uma questão de matemática pura, utilizando os números como dados e formas de transmissão. Usar a internet, mandar mensagens e ouvir músicas também são resultados de matemática pura.

Cozinhar

Alguma vez você já parou para pensar quanta matemática é envolvida em um processo simples de cozinhar? Colocar mais ou menos ingredientes, medir quantidades, aumentar uma receita, dividir uma receita ao mesmo, calcular o tempo que algo fica no fogo… Todos estes processos estão diretamente ligados à matemática e às suas diversas formas. O simples ato de calcular um certo tempo de cozimento a dada temperatura é matemático.

Artes

Ciências humanas e ciências exatas são completamente distintas, certo? Na verdade, não. Os usos da matemática são encontrados até mesmo nas mais subjetivas das áreas do conhecimento, como as artes.

Escultores, pintores, bailarinos, músicos e poetas, todos utilizam-se da matemática das formas mais distintas possíveis. Desde estudos de proporcionalidade, até a compreensão do compasso de uma música e suas divisões, os usos da matemática são muito variados nas artes.

Usar sua agenda

Você vai marcar aquela reunião importante para daqui dez dias? Mesmo sem perceber, estará utilizando matemática para isso. É necessário calcular o tempo estimado para chegar ao local, o tempo do compromisso, o custo de sua realização, quanto tempo falta para que aquilo ocorra e diversas outras variáveis.

O simples ato de utilizar sua agenda pressupõe uma contagem matemática do tempo, um registro numérico atribuído à passagem natural do tempo – que, por si só, é um conceito matemático abstrato.

Planejar uma saída para entretenimento

Planejar uma ida ao cinema, por exemplo, pode ser uma experiência completa de matemática. Calcular o tempo para sua chegada, a duração do filme, o preço dos ingressos e da pipoca… Todos estes são típicos usos da matemática. De forma um pouco mais indireta, um filme é construído baseado em matemática, desde o seu orçamento, até a distribuição global.

Exercer o controle financeiro

Todas as suas finanças são envolvidas em um enorme sistema matemático. Isso vai desde os níveis mais básicos, como manter o controle de quanto você recebe ou gasta, até os complicados cálculos de juros compostos, investimentos variáveis, alavancagens de investimentos e etc.

Nestes casos, saber sobre matemática pode ser a diferença entre seus investimentos darem absolutamente certo, ou serem um desastre completo.

Estatísticas e histórico

Saber quem foi o artilheiro do campeonato ou a variação do dólar no último vez são usos da matemática que fazem parte da rotina da maior parte das pessoas. Na verdade, trata-se de uma aplicação matemática pura que acaba nem sendo percebida. Saber as intenções de voto e comparar com as últimas estimativas, por exemplo, durante uma eleição, é outro uso muito comum de matemática pura.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário