Início » Ciência » Barômetro: para quê serve? Como funciona?

Barômetro: para quê serve? Como funciona?

Compartilhe!

Um barômetro é uma ferramenta altamente utilizada para a mensuração da pressão atmosférica. Isso significa que ele mede o “peso” do ar na atmosfera, no determinado local em que está sendo medido. É um dos sensores básicos utilizados em estações meteorológicas, e um instrumento muito comum na física.

Existem diversos tipos de barômetros, mas dois deles são mais comuns: o barômetro de mercúrio, mais clássico, e o barômetro aneroide. Entenda como funcionam estes dispositivos, e o que eles explicam sobre a atuação da pressão na atmosfera:

Como funciona um barômetro de mercúrio?

funcao_01

O barômetro de mercúrio é um instrumento clássico. Originalmente, era desenvolvido com um tipo de vidro com um metro de altura, com um dos lados aberto. O tubo recebia, em seu interior, mercúrio líquido. O tubo é instalado em um outro recipiente, que também recebe uma dose de mercúrio.

Isso gera um vácuo na parte superior do tubo, que é a principal ferramenta para mensuração. O primeiro barômetro deste estilo foi desenvolvido por Torricelli, na Itália, em 1643. O dispositivo funciona com a pressão atmosférica regulando o nível de mercúrio dentro do tubo.

O funcionamento é razoavelmente simples: a pressão atmosférica resulta em quanto a atmosfera “pesa” sobre o mercúrio que está fora do tubo de vidro. Quando a pressão está maior, ela “empurra” este mercúrio, fazendo com que o tubo de vidro tenha mais volume de mercúrio em seu interior. O contrário também ocorre.

Isso quer dizer que quando o peso do mercúrio é menor do que a pressão atmosféricas, o instrumento equilibra-se, elevando o nível do líquido no tubo. Isso ocorre em função da force exercida sobre a superfície de mercúrio fora do tubo.

Quando o peso do mercúrio é maior do que a pressão atmosférica, seu nível no tubo baixa. Em áreas de baixa pressão atmosférica, a força exercida sobre o mercúrio é mais baixa. Desta forma, o nível de mercúrio baixa.

Esta movimentação pode ser medida diretamente no tubo. Assim, é possível definir nível de pressão atmosférica no local em que o instrumento está com bastante precisão.

E o barômetro aneroide?

barometro

Embora seja razoavelmente preciso, o barômetro com mercúrio possui alguns pontos negativos. Entre os principais, estão o alto nível de toxicidade do mercúrio, o que o torna pouco seguro.

Como uma alternativa funcional, a versão aneroide foi desenvolvida na França em 1884, pelo cientista Lucien Vidi. Este tipo de instrumento lembra o formato de um relógio, e funciona de forma mais mecânica.

Dentro do barômetro aneroide, há uma pequena caixa de metal flexível. Quando o ar é retirado desta caixa através de bombeamento, pequenas mudanças na pressão atmosférica interna fazem seu metal contrair ou expandir.

O movimento de expansão e contração faz com que as peças mecânicas em seu interior movimentem em agulha para cima ou para baixo. O movimento da agulha demonstra, em última instância, qual é a pressão atmosférica no local onde a medição é feita. Assim como em um relógio, o significado da mensuração da agulha é apontado por trás dela, de forma numérica.

Atualmente, este é o tipo mais utilizado de barômetro. Ele pode ser utilizado tanto por aventureiros e militares, quanto em aviões de pequeno porte (que não tenham a cabine pressurizada).

Veja também:


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário