Início » Português » Gramática » Classes Gramaticais: e que são? Quais são?

Classes Gramaticais: e que são? Quais são?

Compartilhe!

A língua portuguesa é composta por diversas classes gramaticais. De forma mais precisa, tratam-se de dez delas, divididas de maneira que a comunicação possa ocorrer de forma estruturada e compreensível.

Embora muitos pensem que a gramática é apenas uma forma de complicar o aprendizado da língua, é ela que garante que sua evolução siga um padrão coerente, sem tomar caminhos arbitrários e desconexos.

Conheça quais são as classes gramaticais, para que servem, e o que cada uma delas representa:

Substantivos

Substantivos representam uma classe de palavras utilizada para nomear qualquer coisa ou ser. Nomes próprios, objetos, seres vivos, locais, fenômenos, categorias e até mesmo ações (quando não apresentadas como verbos) são expressos através de substantivos.

Os substantivos são variáveis, apresentando flexões relacionadas ao gênero, ao número e ao grau. Exemplos de substantivos são:

– Almofada, cachorros, Jorge, telefone, Itália, noite, etc.

Verbos

Entre as classes gramaticais, os verbos são utilizados para indicar as ações, estados ou fenômenos de algo que ocorreu, ocorre ou ocorrerá, em função de qualquer que seja o sujeito, a qualquer tempo.

Os verbos representam a classe que mais sofre flexões – popularmente chamadas de conjugações. Eles sofrem flexão de pessoa (divididas entre primeira, segunda e terceira), de número (no singular ou no plural), de tempo (passado, presente ou futuro), de modo (indicativo, subjuntivo e imperativo) e de voz (que pode ser ativa, passiva ou reflexiva).

Exemplos de verbo são:

– Ser, andou, saíram, fechara, fui, responderá, etc.

Adjetivos

Os adjetios são utilizados para a caracterização de substantivos. Em outras palavras, são palavras especialmente desenvolvidas para a atribuição das qualidade observadas de algo. Os adjetivos também sofrem flexões, podem ser diferenciados por gênero (entre biforme ou uniforme), por número (entre simples ou compostos) e por grau (entre comparativo ou superlativo).

Alguns exemplos de adjetivos são:

– Feliz, inteligentíssimo, adorável, frágil, vermelha, etc.

Pronomes

Pronomes são as palavras que acompanham os substantivos, conectando sua posição em relação ao texto. Em outras palavras, pronomes indicam as relação entre as coisas sendo ditas dentro de uma fala. Os pronomes são classes gramaticais que podem flexionar em gênero, número e pessoa.

Além disso, há diversas subdivisões de pronomes que podem variar significativamente em relação à sua função e indicação na frase, que merecem atenção à parte.

Alguns exemplos de pronomes são:

– Aquele, eu, sua, contigo, nosso, etc.

Artigos

Artigos são palavras que antecedem o substantivo. Eles não necessariamente o caracterizam (o que é função dos adjetivos), mas auxiliam na identificação e na formulação de alguns pontos daquelas palavras. Os artigos acompanham as flexões dos substantivos, modificando-se em gênero ou número.

Alguns exemplos de artigos são:

– Uns, as, o, uma.

Numerais

Numerais indicam posições numéricas, quantidades e números em geral, como o próprio nome sugere. Eles flexionam-se, em gênero, grau e – por óbvio – número. Há diversas categorias de numerais, como pode ser observado nos exemplos:

– Um, centena, terceiro.

Preposições

As preposições fazem parte das classes gramaticais invariáveis, o que significa que não possuem flexões. São utilizadas especificamente para fazer a ligação entre dois elementos de uma oração. Alguns de seus exemplos são:

– Para, de, após, entre.

Conjunções

Conjunções, também invariáveis, são utilizadas para realizar a ligação de dois termos ou duas orações de mesmo valor gramatical. Elas podem parecer, em teoria, semelhantes às preposições, mas tratam-se de opções para contextos específicos, tendo usos distintos. É essencial observar valores gramaticais semelhantes entre as orações ligadas por conjunções. Alguns exemplos são:

– Conforme, porém, portanto, mas, etc.

Interjeições

Interjeições são utilizadas para exprimir reações emotivas ou de sentimentos de forma escrita. É o caso de:

– Ai! Psiu! Ui! Olá! Opa!

Advérbios

Advérbios são palavras modificadoras que atuam sobre verbos, adjetivos ou, até mesmo outros advérbios. Isso é feito através da expressão de tempo, modo ou intensidade, dando outro caráter ao elementos relacionados.

Alguns exemplos de advérbios são:

– Demais, ali, melhor, pior.

Os advérbios sofrem flexão apenas de grau, utilizada de forma comparativa ou superlativa.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário