Início » Física » Corrente elétrica: características e medições

Corrente elétrica: características e medições

Compartilhe!

Quando se fala em eletricidade, se fala em corrente elétrica. Quando temos situações onde partículas ou objetos estão carregados eletricamente, seja ele de forma positiva ou negativa, também estamos falando da corrente elétrica. Mas o que é essa propriedade física, e como ela se comporta?

Entenda os principais aspectos sobre o assunto, como a corrente elétrica é medida, e o que você precisa saber sobre o tema para se dar bem nas provas:

O que é a corrente elétrica?

Corrente elétrica nada mais é do que um movimento ordenado de cargas elétricas chamadas íons ou elétrons que passam por um sistema condutor. Se o condutor conduz, existe corrente elétrica. Se não conduz, não passa corrente. Esse sistema condutor funciona através de uma diferença de potencial conhecida como voltagem ou tensão elétrica.

A energia elétrica pode ser convertida em energia térmica desde que tenha um resistor capaz se fazer fluir por ele a corrente elétrica. Essa conversão de energia é conhecida como efeito Joule.

A passagem das correntes elétricas pode ser facilitada ou dificultada dependendo da resistência do material utilizado para criar o fio condutor e isso pode ser calculado pela 1° lei de Ohm.

A 1ª lei de Ohm diz que “a corrente elétrica que atravessa um dispositivo qualquer é sempre diretamente proporcional à diferença de potencial aplicada a esse dispositivo “ e daí tem – se a fórmula V = R . I, onde V é a tensão dada em volts (V), R é a resistência do material e I é a corrente em Ampères (A).

A corrente elétrica pode ter dois sentidos dentro de um sistema e, esses sentidos podem ser o sentido real ou o sentido convencional. O sentido real acompanha o sentido do movimento dos elétrons e o sentido convencional é marcado pelo sentido contrário ao movimento dos elétrons e é marcada pelo movimento das cargas elétricas positivas.

A corrente elétrica e suas medidas

A unidade de medida das correntes elétricas no Sistema Internacional de Medidas (SI) é o Ampère (A). Existem também a corrente alternada e a corrente contínua. A corrente alternada tem o símbolo CA e varia com o tempo e um exemplo que utiliza esse tipo de energia são as usinas geradoras de corrente elétrica responsáveis por transformar fontes de energia como petróleo, gás natural e água em energia elétrica. Já a corrente contínua tem como símbolo a sigla CC e não varia com o tempo, mantendo – se praticamente constante.

Aqui tem-se como exemplo as pilhas, as baterias e as placas fotovoltaicas responsáveis por captar energia solar e transformar em energia elétrica. É possível determinar qual é a intensidade da corrente que passa por um condutor através de uma fórmula que é utilizada na equação I = Q / Δt onde, I é a intensidade da corrente elétrica em Ampère, Q é a carga elétrica em Coulomb (C) e Δt é a variação do tempo em segundos (s).

Trata-se de uma questão de informação e cuidado, bastando atenção e um pouco de estudo para que o tema deixe de ser um grande problema nas provas.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário