Início » Português » Gramática » Ortografia » “Exitar” ou “Hesitar”: qual das duas formas está certa?

“Exitar” ou “Hesitar”: qual das duas formas está certa?

Compartilhe!

exitar-ou-hesitar-como-se-escreve

A Língua Portuguesa é complexa e cheia de palavras que podem ser pronunciadas da mesma forma e ter o mesmo fonema (som), mas serem escritas de formas diferentes. São as chamadas palavras homófonas, responsáveis por provocar a maioria dos erros ortográficos por parte dos falantes da língua. No artigo de hoje, nós vamos te mostrar um bom exemplo da confusão que a homofonia traz: o uso das palavras “exitar” e “hesitar”.

Muita gente não sabe, mas as duas palavras existem no nosso vocabulário e podem ser escritas em textos em português, desde que sejam empregadas em contextos distintos. Por isso, é importante prestar bastante atenção nas dicas que nós vamos te ensinar a seguir para não fazer feio na escrita.

O emprego de “exitar” e “hesitar” não é difícil de entender e não tem nenhuma regra complicada que torne essa grafia um bicho-de-sete-cabeças. Porém, é essencial guardar bem as informações no seu bloco de notas para revisar e não errar mais! Vamos lá?

Quando empregar o “Hesitar”?

A palavra “hesitar” é, na verdade, um verbo e tem origem no latim, sendo derivada da palavra haesitare. Neste caso, ela deve ser sempre empregada quando estivermos querendo nos referir a algo no sentido de ficar indeciso, em dúvida, com incerteza ou insegurança. Assim como, neste caso, a palavra é grafada com “h” e com “s” no meio, as suas derivadas também devem receber essa mesma grafia, como é o caso de hesitante e hesitação, por exemplo.

O verbo em questão pode ser substituído sem que a frase sofra alteração de sentido pelos sinônimos oscilar, vacilar, duvidar, tremular, gaguejar, balbuciar ou titubear. Veja, a seguir, como a escrita de “hesitar” funciona na prática.

Exemplos:

  • A garota hesitou em aceitar o convite do colega para ir ao baile da escola.
  • Hesitei na hora de confrontar aquele homem arrogante.
  • A minha irmã hesitou e acabou não aceitando o emprego.
  • Raimundo hesitou na hora de prestar o depoimento.

Quando empregar o “Exitar”?

A palavra “exitar” está correta e existe no vocabulário ortográfico da Academia Brasileira de Letras, mas não é aceita totalmente na sociedade, sendo pouquíssima utilizada na linguagem escrita e falada. Em alguns dicionários, o seu significado é o de verbo indicando o ato de ter êxito em algo ou alguma coisa.

Ou seja, ela deverá ser empregada sempre que quisermos nos referir ao fato de ter êxito, sucesso, resultados satisfatórios em algo ou alguma coisa. Mas, por que essa palavra não é totalmente aceita entre os falantes da língua? É simples!

Observe a frase “Ele exitou na prova de ontem”. Ignorando a linguagem escrita, ao falarmos essa frase não conseguimos transmitir de forma clara ao receptor da mensagem o que estamos querendo dizer. Afinal, estamos querendo afirmar que ele ficou inseguro e com dúvidas durante a prova ou que ele teve êxito ou sucesso na prova? Viu como é realmente difícil de entender o contexto quando em linguagem oral? Pois bem!

Agora que você já entendeu porque essa palavra causa confusão entre alguns falantes, vamos aos exemplos de como o seu emprego funciona na prática.

Exemplos:

  • Eduardo exitou na prova do Enem deste ano. (obteve sucesso)
  • O garoto tentou beijar a amiga, mas não exitou. (não obteve sucesso)
  • Meu irmão saiu à procura do objeto esta manhã, mas não exitou. (não obteve sucesso).
  • Espero que você exite na sua faculdade. (obtenha sucesso)

Resumão

Quer uma dica esperta para não ter mais dúvidas na hora de escrever “exitar” ou “hesitar”? Então, anote aí!

Hesitar = ficar inseguro, indeciso, em dúvida

Exitar = obter êxito, sucesso, resultados satisfatórios

Boa sorte na sua prova!


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário