Início » Biologia » Quais são os ossos do crânio?

Quais são os ossos do crânio?

Compartilhe!

Embora muitas pessoas possam pensar que se trata de uma única estrutura, há um total de 22 ossos do crânio humano que são estudados pela anatomia. Eles são categorizados em grupos específicos, que facilitam o aprendizado e compreensão de suas funcionalidades.

Na chamada face inferior frontal, a um recorde retangular, chamada de chanfradura etmoidal. A face posterior é côncava, de forma que o cérebro possa acomodar-se adequadamente. Cada uma dessas partes é composta por uma série de ossos menores que, unidas, formam o que compreendemos de forma geral como o crânio.

Normalmente, são considerados oito ossos na caixa craniana, mais catorze ossos na composição da face. Conheça quais são os principais ossos do crânio, sua localização, funcionalidade e principais características:

Osso occipital

O osso occipital é um osso único de porte médio. Ele é simétrico, e ocupa partes das porções posterior e inferior do crânio. É ele o responsável pelo espaço que permite a comunicação entre o canal da medula e a cavidade craniana. Na prática, duas de suas estruturas são cobertas de cartilagem, utilizadas para a articulação com a vértebra. Por isso, apresenta função dupla: tanto de proteção e contato com a porção interior, quanto de comunicação e movimento da cabeça.

Esfenoide

O esfenoide é outro osso único de porte médio entre os ossos do crânio. Ele é facilmente reconhecido por ter um formato semelhante ao de uma borboleta de asas segmentadas. O esfenoide localiza-se na parte intermediária da base do crânio, organizando-se em diferentes níveis.

Logo à sua frente, está o etmoide, também ímpar e mediano, localizado diretamente na base do crânio, no encaixe de uma chanfradura do frontal. O etmoide pe composto por três partes (duas delas chamadas de lâminas vertical e horizontal), e outra chamada de massas laterais, simétrica, de maior volume concentrado em suas faces.

Parietais

Nesta lista dos ossos do crânio, os parietais são os primeiros ossos pares a aparecerem. Eles são dispostos na lateral superior do crânio humano. Ficam entre o frontal e o occipital. São, de forma geral, simétricos em formato retangular, ou seja, com quadro bordas externas.

Além disso, são ossos convexos para o lado exterior do crânio, com uma saliência central que modifica-se ao longo da vida adulta, amenizando-se. Em sua parte interna, os parietais são munidos de relevos em série, não totalmente compreendidas em sua relação com o contato com o cérebro humano.

Temporais

Os temporais são mais um conjuntos de ossos do crânio pares. Também são localizados lateralmente na caixa craniana, mas fica abaixo dos parietais, mencionados no trecho anterior. Os ossos temporais também possuem, de um lado, superfície côncava em contato com a pele exterior, enquanto o outro coloca-se em contato com a central nervosa do corpo. Um dos fatores essenciais para a compreensão dos temporais é sua relação com o sistema auditivo.

Ele apresenta um sistema mais volumoso em seu interior, como uma espécie de pirâmide, que permite o alojamento das partes do internas e médias do ouvido. Desta forma, pode-se apontas os temporais como uma espécie de estrutura de manutenção física do sistema auditivo interno, além da óbvia proteção da estrutura óssea em relação ao cérebro.

Ossos da face

Há, ainda, catorze ossos da face que são estudados pela anatomia. Como pode-se perceber, no entanto, ossos da face e ossos da caixa craniana são comumente separadas em ambiente de estudo. Isso porque, embora façam parte da mesma estrutura como uma forma geral, cada um destes grupos apresenta uma série de características muito distintas.

Os ossos do crânio são aqueles considerados mais uniformes e rudimentares, enquanto os ossos da face apresentam um maior nível de detalhadamente, e tornam-se mais facilmente estudados como um conjunto distinto de estruturas.


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário