Início » Biologia » Animais Invertebrados: Principais características

Animais Invertebrados: Principais características

Compartilhe!

Há basicamente dois grandes grupos de animais complexos: os animais invertebrados e os vertebrados. Os dois grupos foram capazes de avances nos processos evolutivos com uma grande diferença fundamental. Os animais invertebrados não possuem espinha dorsal de nenhum tipo.

Os dois grupos fazem parte do reino Animalia, mas seus corpos são organizados de forma diferente. Entenda o que são os animais invertebrados, quais suas características, e o que os torna um grupo coeso:

meganyctiphanes_norvegica2-2

O que são?

Um animal invertebrado é, basicamente, aquele que não possui uma espinha dorsal interna. Isso inclui insetos, crustáceos, vermes, medusas e, até mesmo, esponjas. A diversidade dos animais invertebrados é muito superior à diversidade dos vertebrados.

Um único grupo de invertebrados chamado de artrópodes – que inclui insetos, aranhas e crustáceos – reúne quase 80% de todas as espécies animais. Os outros invertebrados somam, ainda, algo entre 12% e 15% de todas as espécies animais. Os vertebrados representam, portanto, menos de 10% de todas as espécies.

Acredita-se que os primeiros invertebrados que surgiram no planeta Terra apareceram cerca de 650 ou 540 milhões de anos atrás. Sua origem veio de organismos unicelulares – parecidos com células de esponjas. Desde então, eles diversificaram-se e espalharam-se em quase todos os ambientes terrestres.

Alguns deles são extremamente sofisticados. Os animais invertebrados utilizam-se de uma enorme variedade de métodos para reprodução, alimentação e sobrevivência. O sucesso de seus métodos é evidenciado pela gigantesca quantidade de invertebrados que habitam o planeta, atualmente.

Características dos invertebrados

animais-invertebrados

Embora sejam seres muitos variados, os animais invertebrados reúnem algumas características em comum. Obviamente, existem exceções, mas elas representam a maioria das espécies que fazem parte da categoria:

Sem espinha dorsal

Essa é a característica que não possui exceções. A falta de uma espinha dorsal é o que define estes animais, separando-os dos vertebrados.

São multicelulares

Os animais invertebrados são organismos multicelulares, com células que trabalham com funções específicas e variadas. A união da especialização de cada tipo de célula é o que torna o organismo funcional.

Sem paredes celulares

Diferentemente das plantas, os animais invertebrados não possuem paredes celulares. É uma característica compartilhadas com os vertebrados. Na prática, a falta de parede celular é uma característica típica de todo o reino animal.

Animais invertebrados são capazes de mover-se

Embora isso não diga respeito a todos os invertebrados, é uma característica da maioria. Até mesmo as esponjas movimentam-se, quando são jovens e pequenas. A maioria dos invertebrados movem-se durante toda a sua vida. É o caso de insetos e crustáceos, por exemplo.

A maioria possui organização simétrica

A maioria dos invertebrados são estruturalmente simétricos. Isso significa que se você cortasse um deles no meio, os dois lados seriam perfeitamente espelhados. Isso nem sempre acontece com os vertebrados – os humanos, por exemplo, possuem alguns detalhes internos não simétricos.

Seres heterótrofos

Os animais invertebrados são essencialmente heterótrofos. Isso significa que eles não são organicamente capazes de produzir a própria comida. Consequentemente, precisam alimentar-se de outras coisas para obter energia.

Exemplos de seres autótrofos são as plantas, que são capazes de produzir seu próprio alimento através da fotossíntese. Ser heterótrofo é uma das principais características dos animais.

Quais são os animais invertebrados?

Entre os principais animais invertebrados, destacam-se os seguintes:

  • Invertebrados marinhos: há uma enorme variedade de animais oceânicos invertebrados e, não raras vezes, muito curiosos. Entre eles, esponjas, corais, água-viva, anêmonas e estrelas do mar são os principais.
  • Moluscos: os moluscos possuem um corpo macio, e a maioria deles vive com o auxílio de uma concha. Lesmas, caracóis, ostras, lulas e polvos são os principais exemplos de moluscos.
  • Crustáceos: são tipos de artrópodes – o que significa que suas pernas possuem juntas. Além disso, crustáceos possuem um exoesqueleto, que é uma espécie de esqueleto posicionado no lado externo do corpo. Alguns exemplos de crustáceos são caranguejos, lagostas e camarões.
  • Insetos: insetos são parte do maior filo existente em todo o planeta – os artrópodes. Há mais de um milhão de espécies de insetos no mundo, e os exemplos são os mais variados possíveis (afinal, você certamente conhece uma série de insetos, não?).

Qual o tamanho dos animais invertebrados?

Com os exemplos de animais invertebrados, é comum associarmos eles a animais pequenos. Embora possa ser verdade, eles também podem ser enormes. É o caso, por exemplo, da lula colossal, que pode medir mais de 12 metros, pesando quase 500 quilos.

Já os menos animais do tipo podem ser medidos em micrômetros, sendo pequenos demais para enxergarmos a olho nu.

Curiosidades

Existem diversas curiosidades interessantes sobre os animais invertebrados. Além de somarem cerca de 96% de todos as espécies animais do planeta, um enorme percentual destes está sob a água. Além disso, os moluscos representam cerca de 23% de todas as espécies marinhas conhecidas.

No ambiente onde você está lendo este artigo, é possível que haja milhões de invertebrados ao seu redor, divididos em diversas espécies. Em sua maioria, estes animais são os chamados ácaros da poeira.

Veja também:


Compartilhe!

Comentar

Clique aqui para postar um comentário